Fortes na Europa e na Índia, respectivamente, marcas querem se unir para ampliar presença em países em crescimento

Em entrevista concedida recentemente ao portal indiano Economic Times, dirigentes da Volkswagen e da Tata confirmaram que as empresas estão discutindo o fechamento de uma inédita parceria. Segundo informado, a ideia é estabelecer uma relação de aproximação (provavelmente uma joint-venture), visando o compartilhamento de tecnologias e facilidades comerciais.

"A idéia é simples: compartilhar arquiteturas e capacidades, de modo a trazer retornos mais rápidos sobre o investimento por meio de economias de escala", disse um porta-voz. Questionado sobre detalhes, o informante preferiu esperar e adiantou que algo mais concreto será anunciado em março, no Salão de Genebra.

 

2016 VW Ameo

 

Extra-oficialmente, a imprensa indiana comenta que a Volkswagen teria acesso à plataforma modular AMP da Tata, e em troca ofereceria o know-how técnico que possui na produção de modelos equipados com este tipo de arquitetura. A base MQB A0 (estreada pelo Seat Ibiza e que servirá ao próximo Gol) também entraria na jogada.

Certo mesmo é que a VW tem interesse em ampliar sua atuação na Índia, tendo em vista se tratar de um mercado em franca expansão. O portfólio por lá é restrito e composto basicamente pela linha Polo (hatch, sedã e o sedã encurtado da foto acima). O up! chegou a ser especulado, mas acabou sendo considerado caro demais para os padrões locais.

 

2016 VW Ameo

 

Não por acaso, o anúncio destas negociações acontece exatamente quando crescem os rumores sobre o lançamento de uma divisão de baixo custo da VW, com foco em países como Brasil, Rússia, China e a própria Índia. A estreia deve acontecer em 2019 (mais detalhes você confere aqui).

Leia também:

Fotos: divulgação/Indian Autos Blog

Seja parte de algo grande