Previsão é de fechar o ano com mais de 800 mil emplacamentos

Ainda sofrendo os efeitos de uma profunda crise econômica, o mercado automotivo da Argentina já começa a vislumbrar uma luz no fim do túnel. Após o recorde de vendas em janeiro, uma análise do diário local BAE projeta forte crescimento de vendas em fevereiro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. 

Leia também:

De acordo com a publicação, são esperados entre 56 mil e 59 mil emplacamentos de veículos 0 KM neste mês, um crescimento consistente sobre as 47.600 unidades de fevereiro de 2016. Fontes ligadas aos concessionários afirmaram que o Volkswagen Gol deve fechar o mês como carro mais vendido, seguido pela campeã de vendas em 2016, a picape Toyota Hilux.    

 

Cruze Argentina

 

Em termos anuais, a projeção do setor é algo entre 800 mil e 820 mil unidades vendidas em 2017. Número que, se concretizado, representará mais de 10% de crescimento sobre 2016. O diário afirma ainda que os bons resultados se devem a um aumento no nível de confiança do consumidor, juros em queda e dólar estável. Também deve ser levada em conta uma "inundação" de importações oriundas do Brasil.   

Caso as previsões se confirmem, o mercado argentino pode encerrar 2017 como o quarto melhor ano da história em termos de emplacamentos. 

 

Renault Sandero Logan - Argentina

 

Vale lembrar que o governo local deve anunciar em breve um pacote de medidas com a meta de dobrar a produção local e chegar a 1 milhão de unidades em 2023. O plano contaria com investimentos da ordem de US$ 5 bilhões.  

Fonte: BAE

Seja parte de algo grande