Conceito da Peugeot, que estará no Salão de Genebra, mostra carroceria prática e esportiva, com portas traseiras suicidas e capacidade de direção autônoma

O mundo só quer saber de crossovers e SUVs, mas a Peugeot não está nem aí. Pelo menos na hora de criar conceitos, como é o caso do Instinct. Apresentado na Mobile World Congress (MWC), em Barcelona, o veículo é uma perua, ou uma shooting brake, como a marca prefere chamá-lo. E esse não é o único aspecto louvável do novo modelo.

 

2017 Peugeot Instinct concept

 

Ele também traz portas traseiras suicidas!

Leia também:

A apresentação na feira de celulares deve querer associar a Peugeot a desenvolvimentos tecnológicos, como no caso das apresentações na CES, em Las Vegas. E o Instinct tem suas novidades para apresentar também neste campo. Ele tem capacidade de direção autônoma, segundo a fabricante.

 

2017 Peugeot Instinct concept

 

Perceba que o interior não traz volante, aparentemente, mas isso se deve ao modo autônomo de condução, que o recolhe para baixo do painel de instrumentos. E deve recolher também os pedais, já que só vemos um deles na imagem. Esse, segundo a Peugeot, seria a nova geração do i-Cockpit. E ela trará o que a marca francesa chama de "chatbot", um assistente pessoal por voz. Como a Siri, nos iPhones, mas provavelmente mais avançada.

 

2017 Peugeot Instinct concept

 

A Peugeot não detalhou o carro em sua apresentação em Barcelona. Talvez isso esteja reservado para sua aparição em Genebra. Por ora, o que sabemos é que o Instinct tem um trem de força híbrido que lhe confere 305 cv, ou 224 kW. Aliás, melhor chamar o Instinct de "ela". Trata-se de uma senhora perua. Uma que talvez possa nos guiar por aí, mas que preferiríamos conduzir.

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande

Peugeot Instinct Concept 2017