Reestilização teve inspiração na dianteira adotada pela versão produzida no Brasil

Produto-chave da Renault na Europa (215.670 unidades entregues só em 2016), o crossover Captur em versão reestilizada apareceu publicamente pela primeira vez no Salão de Genebra. À venda desde 2013, o modelo recebe atualizações principalmente no conjunto dianteiro e não nega a forte inspiração que teve no design da variante produzida no Brasil.

Leia também:

Por fora, é novo o desenho da parte inferior do para-choque, a moldura dos faróis de neblina, o layout das rodas e o formato das luzes diurnas de LED - tudo basicamente igual ao que se vê no carro feito em São José dos Pinhais (PR). Diferenças, de fato, são vistas apenas nas lentes do faróis, cujo acabamento aparenta ser um tanto mais sofisticado.

2017 Renault Captur facelift
2017 Renault Captur facelift

O teto de vidro fixo com visão panorâmica também é novidade, assim como as novas cores "Atacama Orange" e "Ocean Blue" - acompanhadas do tom "Platinum Gray" exclusivo do teto. Ao todo, a marca destaca que é possível personalizar o Captur com pelo menos 30 diferentes combinações de cores para carroceria e teto - o chamado conceito "biton".

Sob o capô, seguem sem alterações os motores 0.9 e 1.2 turbo a gasolina e 1.5 turbodiesel.

Fotos: Motor1.com

Seja parte de algo grande