Futuro sedã derivado do novo Polo é uma das principais armas para a marca voltar a crescer no Mercosul

Já não é mais segredo que a Volkswagen lançará, entre o fim de 2017 e o começo 2018, o novo Polo e sua variante sedã, que será batizada de Virtus. Antes cotado para serem os novos Gol e Voyage, os modelos já apareceram em testes camuflados, e o hatch já deu o ar da graça sem nenhum disfarce na África do Sul. Agora, após os argentinos noticiarem o registro do nome, pesquisamos e descobrimos que o INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) brasileiro já tem a patente do nome desde 31 de março de 2016.

Leia também:

O sedã foi revelado como Virtus durante a coletiva de imprensa da Volkswagen no Salão de Genebra, no começo de março. Construído na plataforma MQB A0, uma simplificação da base do Golf, ele atuará num segmento que a marca alemã deixou "esquecido" e com fortes concorrentes, como o Honda City. 

 

VW Virtus é flagrado novamente

 

Produto da marca para mercados da América Latina (onde perderam espaço nos últimos anos), o Virtus ainda será a base de um novo SUV compacto, baseado no conceito T-Cross Breeze. São esperados os motores 1.0 TSI e 1.4 TSI como parte desta linha. 

Seja parte de algo grande

Volkswagen Virtus - Polo Sedan 2018