Prova foi adiada em duas oportunidades devido à chegada da chuva; Marc Márquez foi o quarto

Foi um início conturbado, mas a MotoGP não decepcionou. Com 45 minutos de atraso devido à chuva, o GP do Catar foi realizado neste domingo (26) e, em uma prova repleta de emoções, Maverick Viñales venceu na estreia na Yamaha.

Com um surpreendente Johann Zarco assumindo a liderança na largada, mas caindo sozinho após quatro voltas, a disputa se resumiu a Andrea Dovizioso, Maverick Viñales e Valentino Rossi.

No fim, melhor para o espanhol, que conquistou a segunda vitória da carreira, a primeira pela Yamaha. Dovizioso foi o segundo, Rossi o terceiro, Marc Márquez terminou em quarto e Dani Pedrosa completou o grupo dos cinco primeiros.

A corrida

A cinco minutos da largada, gotas de chuva começaram a cair em Losail, preocupando todos no grid. Com isso, a direção de prova adiou o início da prova.

Primeiro, a previsão era de uma nova largada 30 minutos depois, com uma volta a menos do que o originalmente previsto – de 22 para 21 voltas. Quando os pilotos foram para a volta de reconhecimento, entretanto, não gostaram do que viram no último setor, ainda molhado.

A organização, então, adiou mais uma vez o procedimento de largada em dez minutos. Quando finalmente largaram, Iannone pulou na ponta, mas logo foi superado por Zarco e Márquez.

Com duas voltas completadas, Rossi já era o sétimo, enquanto Márquez pressionava Zarco pela liderança. No fim da terceira volta, Dovizioso superou Iannone e assumiu a terceira posição.

Um pouco mais atrás, Rossi deixou Pedrosa para trás e subiu para sexto, com Viñales logo à frente. O italiano seguia com bom ritmo e se aproximando do novo companheiro de equipe. Enquanto isso, Cal Crutchlow caiu na curva 16.

A 15 voltas do fim, Dovizioso ultrapassou Márquez no fim da reta e assumiu a segunda posição. Na volta seguinte, sozinho, Zarco caiu na curva 2, abandonando a prova.

Com isso, Dovizioso herdou a liderança, com Márquez em segundo e Iannone em terceiro. Viñales recuperou um pouco o ritmo e passou a se aproximar dos três primeiros. A 12 voltas do fim, o italiano da Suzuki superou o atual campeão no final da reta. No miolo, entretanto, o espanhol deu o troco.

Com a disputa, Viñales e Rossi se aproximaram de Márquez e Iannone. Quem se dava bem com isso era Dovizioso, que se mantinha confortavelmente na liderança.

A dez voltas do fim, enquanto tentava se aproximar de Márquez, Iannone caiu e perdeu a chance de brigar pelo pódio com Márquez. Lá na frente, uma volta depois, Viñales superou Márquez e subiu para segundo. No fim da volta, Rossi foi quem deixou o piloto da Honda para trás.

Depois de se livrar do compatriota, Viñales apertou ainda mais o ritmo e começou a ensaiar a aproximação sobre Dovizioso. A sete voltas do fim, não havia mais diferença entre o piloto da Yamaha e o da Ducati. Na curva 10, Viñales deu o bote e foi para a liderança.

Entrentanto, Dovizioso fez uso da maior potência da Ducati e retomou a posição. A disputa seguia acirrada e quem gostava disso era Rossi, que se juntou à briga.

A cinco voltas do fim, Viñales, Dovizioso e Rossi eram os candidatos à vitória. O espanhol conseguiu se manter à frente por duas voltas, mas a três do fim o italiano superou o piloto da Yamaha para voltar a ser líder.

Na penúltima volta, Viñales voltou a superar Dovizioso, desta vez em definitivo. Na estreia pela Yamaha, o jovem espanhol, aos 22 anos, cruzou a linha de chegada na frente de todos e conquistou a segunda vitória na MotoGP. Dovizioso foi o segundo e Rossi completou o pódio.

Confira o resultado final:

Pos. Pontos Num. Piloto Equipe Moto Tempo/Dif.
1 25 25 Maverick VIÑALES Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 38'59.999
2 20 4 Andrea DOVIZIOSO Ducati Team Ducati +0.461
3 16 46 Valentino ROSSI Movistar Yamaha MotoGP Yamaha +1.928
4 13 93 Marc MARQUEZ Repsol Honda Team Honda +6.745
5 11 26 Dani PEDROSA Repsol Honda Team Honda +7.128
6 10 41 Aleix ESPARGARO Aprilia Racing Team Gresini Aprilia +7.661
7 9 45 Scott REDDING OCTO Pramac Racing Ducati +9.782
8 8 43 Jack MILLER EG 0,0 Marc VDS Honda +14.486
9 7 42 Alex RINS Team SUZUKI ECSTAR Suzuki +14.788
10 6 94 Jonas FOLGER Monster Yamaha Tech 3 Yamaha +15.069
11 5 99 Jorge LORENZO Ducati Team Ducati +20.516
12 4 76 Loris BAZ Reale Avintia Racing Ducati +21.255
13 3 8 Hector BARBERA Reale Avintia Racing Ducati +28.828
14 2 17 Karel ABRAHAM Pull&Bear Aspar Team Ducati +29.123
15 1 53 Tito RABAT EG 0,0 Marc VDS Honda +29.470
16   44 Pol ESPARGARO Red Bull KTM Factory Racing KTM +33.601
17   38 Bradley SMITH Red Bull KTM Factory Racing KTM +39.704
18   22 Sam LOWES Aprilia Racing Team Gresini Aprilia +47.131
Não completaram
    9 Danilo PETRUCCI OCTO Pramac Racing Ducati 6 voltas
    29 Andrea IANNONE Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 10 voltas
    19 Alvaro BAUTISTA Pull&Bear Aspar Team Ducati 13 voltas
    5 Johann ZARCO Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 14 voltas
    35 Cal CRUTCHLOW LCR Honda Honda 16 voltas

 Foto: Motorsport

Seja parte de algo grande