Defeito impediria o desligamento do motor com a alavanca de câmbio em posição diferente de P e acima de 8 km/h. Mas isso é problema?

A Jeep convocou hoje um recall para corrigir o sistema eletrônico de controle do motor da nova geração do Compass, ano modelo 2016/2017, somente com motores 2.0 MultiJet turbodiesel, equipados com o sistema keyless. A partir de 3 de abril, eles deverão agendar o comparecimento a concessionárias da marca para fazer a configuração do sistema. 

Leia também:

Segundo a empresa, foi detectado que um elemento deste sistema, que permite desligar o motor em velocidades acima de 8 km/h e com o câmbio em posição diferente de P, não está habilitado. Segundo a empresa, a tentativa de utilização deste sistema, descrito pelo manual do proprietário, poderia aumentar o risco de colisão.

Só não entendemos como, já que, pela descrição do problema, o motor simplesmente não desligaria com a alavanca em outra posição que não P e também acima de 8 km/h. Se o motor continua funcionando, o motorista teoricamente mantém o controle do veículo. Segundo a Jeep, "esse recurso serve para alguma emergência em que seja preciso desligar o motor ainda com o carro em movimento". Se você puder nos ajudar a imaginar alguma situação como esta, a caixa de comentários é toda sua!

 

Jeep Compass Trailhawk

 

Os veículos envolvidos têm numeração de chassi 988675116HKH00441 a 988675126HKH03941, totalizando 1.141 unidades. Os proprietários devem ligar para a central de atendimento da Jeep, no 0800 703-7150, ou acessar o site da Jeep.  Curiosamente, até o fechamento desta matéria, o site ainda não havia sido atualizado com informações sobre o problema, que ouvimos na rádio CBN às 6h42, em São Paulo.

Fotos: arquivo Motor1.com

Seja parte de algo grande