Modelo poderá ser fabricado em Chattanooga, nos EUA, ou em Puebla, no México, destino mais provável

O novo crossover médio da Volkwagen, chamado de T-ROC, será vendido nos EUA em 2019, segundo o pessoal da Automotive News. A empresa estava esperando uma decisão dos 650 concessionários da marca nos EUA para poder se decidir pelas vendas por lá. Isso porque, pelo tamanho do mercado americano, não se produz apenas o suficiente para atender à demanda, mas sempre para ter em estoque o suficiente caso ela suba de uma hora para outra. E em volumes de deixar o mercado brasileiro de queixo caído.

Leia também:

Construído sobre a plataforma MQB, o T-ROC talvez ganhe um nome diferente para ser vendido no mercado americano. E pode vir de três fontes: Chattanooga, nos EUA, onde o Atlas, que usa a mesma plataforma, já é fabricado, de Puebla, no México, ou importado de Palmela, em Portugal. É de lá que ele começa a sair no segundo semestre para abastecer o mercado europeu, onde terá estreia oficial provavelmente durante o Salão de Frankfurt.

Além do T-ROC, a Volkswagen fará também o T-Cross, que já apareceu por aqui como o conceito T-Cross Breeze. Ele será menor, construído sobre a plataforma do futuro Polo, a MQB A0, e é candidatíssimo à fabricação no Brasil, ao lado do hatchback e também do sedã, o Virtus. Por isso apostamos que o T-ROC seja fabricado em Puebla, o que também permitiria à Volkswagen trazê-lo para nosso mercado importado do México.

Apesar de a única imagem divulgada do T-ROC até agora dar a impressão de que ele é compacto, seu papel será o de intermediário entre o T-Cross, cujo conceito tinha 4,13 m, e o Tiguan, que tem 4,49 m de comprimento em sua segunda geração. Resta saber como a Volkswagen arrumará sua linha para comportar tantos crossovers sem que as vendas de um interfiram com as do outro.

Fonte: Automotive News

Foto: reprodução

Seja parte de algo grande