Marca japonesa está interessada em usar os benefícios da aliança no Sudeste Asiático

Poucos meses após ser comprada pela aliança Renault-Nissan, a Mitsubishi está bem receptiva à ideia de vender carros da parceira Renault com a sua marca no Sudeste Asiático. A informação foi dada pelo chefe de operações da Mitsubishi, Trevor Mann, à Automotive News. Mas ele não revelou quais modelos estariam nos planos. 

Leia também:

De acordo com o executivo, vender os carros da marca francesa seria uma boa maneira de a Mitsubishi criar uma sinergia com os novos parceiros. Além disso, ele destaca que a participação da Renault é inexpressiva na região, o que seria mais um argumento para a investida. 

Outro fator importante a se considerar é que a marca japonesa tem uma presença muito forte no Sudeste Asiático, principalmente em mercados como a Tailândia, com três fábricas que produzem mais de 3 milhões de veículos por ano. 

 

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme

Picapes

Em entrevista à Reuters, Mann disse que a Nissan e a Mitsubishi planejam a produção conjunta de picapes nesta região. Um esboço do acordo prevê que a Mitsubishi poderia produzir a próxima geração da Frontier para a parceira. Atualmente, as duas marcas produzem suas picapes médias na Tailândia.

Vale lembrar que a Renault-Nissan comprou 34% de participação acionária da Mitsubishi em uma negociação de US$ 2,3 bilhões concretizada em outubro passado. 

Fotos: divulgação e arquivo Motor1.com

Seja parte de algo grande