Scooter compacto da Honda vende pouco menos que a CG125. Nova Yamaha Neo também vai bem

O mercado de scooters terminou 2016 com participação de cerca de 4% do total de motocicletas vendidas no Brasil. Segundo pesquisa apresentada pela Honda no lançamento da nova SH150i, o segmento já representa o mesmo que as motos de alta cilindrada em termos de emplacamentos. E a marca da asa diz que as scooters deverão continuar crescendo em 2017, chegando ao redor dos 6% de participação.

Leia também:

As vendas de março indicam essa crescente das scooters, como mostra a sexta posição geral do Honda PCX, embolada entre a CG 125 e a CB250 Twister. As duas scooters da Yamaha, a NMax e a nova Neo 125, ocupam atualmente as décima quinta e décima sexta colocação, com cerca de 1 mil unidades mensais. Em breve a SH150i também deverá pintar no ranking, lembrando que a intenção da Honda com ela é oferecer um produto um pouco acima da PCX em termos de equipamentos, segurança e refinamento, mas ainda com preço competitivo - R$ 12.450, contra R$ 10.800 da irmã menor.

 

Motos mais vendidas em março 2017

 

As scooters da Yamaha estão praticamente empatadas nas vendas, com destaque para a rápida ascensão da nova Neo 125, que acabou ocupando o lugar que era da extinta Honda Lead 110 na faixa de acesso ao segmento - ela custa R$ 7.990. Já a Nmax teve o preço reposicionado para R$ 11.690, depois de chegar a custar mais de R$ 12 mil na tabela - boa medida para se "defender" da nova SH150i.

 

Honda CG 160 Titan

 

Entre as motos, a CG 160 continua "sobrando" na liderança, com cerca de o dobro de vendas da Biz, seguida pela Bros completando o pódio. A Honda domina o ranking até a nona colocação, quando enfim aparece a primeira Yamaha, a YBR 150, com 1.957 emplacamentos.

 

Motos mais vendidas em março 2017

 

Falando de motos lançadas mais recentemente, a Honda XRE 190 já encontrou seu espaço, hoje vendendo mais que as Yamaha Crosser 150 e Ténéré 250. Por sua vez, a Yamaha MT-03 está indo muito bem e aparece no Top 20, mesmo sendo uma "300 premium", com preço na casa dos R$ 20 mil.

Quem precisa de uma renovação na Yamaha é a Fazer 250, cuja rival CB 250 Twister vende quase o triplo. Confira o ranking de vendas abaixo:

1) Honda CG 160 22.157

2) Honda Biz 11.429

3) Honda NXR160 Bros 10.856

4) Honda Pop 110i 7.195

5) Honda CG 125 2.628

6) Honda PCX 150 2.321

7) Honda CB 250F Twister 2.256

8) Honda XRE 300 2.050

9) Yamaha YBR 150 1.957

10) Honda XRE 190 1.564

11) Yamaha XTZ 250 Ténéré 1.507

12) Yamaha XTZ150 Crosser 1.459

13) Shyneray XY 50 1.359

14) Yamaha NMax 1.070

15) Yamaha Neo 125 1.007

16) Yamaha Fazer 250 998

17) Yamaha YBR 125 949

18) Yamaha YS150 Fazer 823

19) Yamaha MT03 564

20) Traxx JL50 528

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande

Motos mais vendidas em março 2017

Foto de: Redação Brasil