Tricampeão mundial diz que espera ansiosamente luta pelo título contra alemão até a última prova deste ano

Depois da vitória no GP da China, Lewis Hamilton falou sobre sua relação com Sebastian Vettel. Os dois pilotos, que dividem a liderança do campeonato após duas provas em 2017, têm, segundo Hamilton, um grande respeito um pelo outro.

Apesar da batalha intensa na pista, Hamilton crê que é plenamente possível continuar tendo um bom relacionamento com Vettel.

"Sinceramente, acho que vai ficar como está", explicou Hamilton. "Talvez tenhamos momentos em que estaremos disputando arduamente juntos, e claro que pode acontecer esse cenário de um de nós pensar que algo é injusto, ou ter sido agressivo demais. Mas nós somos homens crescidos, estamos aqui há muito tempo e temos muita experiência. O respeito um pelo outro é o mais alto que eu tenho sentido de qualquer outro piloto, especialmente deste calibre.”

 

Hamilton diz que respeita Vettel mais do que qualquer piloto

 

Hamilton prossegue. "É incrível o espírito esportivo: quando você ganha você gosta disso, e você também reconhece a pessoa ao lado. E mesmo quando você perde, é a mesma coisa. Nós dois estamos fazendo isso, e é um ótimo lugar para se estar. Naturalmente ele quer me matar lá fora e vice-versa, mas fora do carro a admiração pelas conquistas do outro e o modo como guiamos é o mesmo. Como eu disse, ele está se apresentando no seu melhor, ele é rápido, então, quando eu consigo chegar à frente, ele só me elogia e vice-versa."

Depois de três anos de luta exclusiva entre os companheiros da Mercedes, Hamilton diz que disputar contra outra equipe como a Ferrari é especial. 

Ele acha que o desafio de duelar contra Vettel em seu auge, com a Ferrari em sua melhor forma em uma década, é algo para ficar realmente animado.

Quando perguntado pelo Motorsport.com sobre se estar lutando tão próximo da Ferrari o deixou mais satisfeito quando ganhou, Hamilton disse: "Realmente, realmente me faz mais satisfeito. Particularmente quando você está lutando com uma outra equipe. No cenário em que estou agora, estou lutando contra um tetracampeão mundial. Ele está no seu melhor e ele é fenomenalmente rápido. A Ferrari está em sua melhor forma em anos, em uma década. Acho também que estamos no nosso melhor como equipe, e sinto que estou no meu melhor. O grande lutador sempre quer ir contra o melhor, porque quando você ganhar, é muito mais gratificante. Então, sim, eu amo essa luta que estamos tendo".

 

Hamilton diz que respeita Vettel mais do que qualquer piloto

Influências externas

 A única coisa que Hamilton espera que não aconteça é que a luta pelo título fique arruinada por influências externas, como acidentes ou falhas mecânicas. No ano passado, as esperanças de Hamilton de derrotar o companheiro de equipe Nico Rosberg foram efetivamente destruídas por uma falha de motor que o parou quando liderava o GP da Malásia.

Hamilton acrescentou: "Sentado lá com o Sebastian, pensávamos ‘isso vai continuar até o final da temporada’. E espero que para nós dois não haja nada mecânico. Apenas batalha por meio de nossa capacidade. Eu realmente espero que seja apenas uma luta direta por meio da teimosia, da estabilidade mental, da aptidão, da compostura e todas essas coisas. Do lado do piloto, vencer um campeonato é o desafio final. Quando outras coisas começam a desempenhar papéis maiores, como Safety Cars ou problemas mecânicos, isso tira a emoção das corridas".

Fotos: Motorsport

Seja parte de algo grande