Hatchback passará a ser feito sobre a plataforma UKL do Mini

Com lançamento previsto somente para o segundo semestre de 2018, a terceira geração do BMW Série 1 foi flagrada em testes com a carroceria definitiva pela primeira vez. 

Leia também:

Apesar da camuflagem pesada, é perceptível que o modelo de entrada da BMW terá linhas mais modernas e elegantes. Basicamente tudo mudou, desde a formato dos faróis e lanternas até as proporções do carro. Graças ao aumento na distância entreeixos, as portas traseiras parecem ser maiores que a do modelo atual.

Como já vem sendo especulado há muito tempo, a próxima geração do hatchback deverá ser construída sobre a nova plataforma UKL, assim como o Série 2 Active Tourer e Gran Tourer. Com isto, o hatchback abandonará a tração traseira, seu maior diferencial, em favor de uma configuração dianteira - as versões mais equipadas terão tração integral xDrive. Assim, ficará mais próximo dos rivais Audi A3 e Mercedes Classe A.

 

Flagra - BMW Série 1 2019

 

A nova arquitetura trará ainda vantagens como redução de peso e melhor aproveitamento interno. Isso resultará em mais espaço na cabine, especialmente para quem vai no banco traseiro e também no porta-malas. 

O carro mais acessível da BMW terá uma gama de motores composta por propulsores de 3 e 4 cilindros turbo, agora em posição transversal. Para tristeza dos entusiastas mais conservadores, o hatchback deverá abandonar o motor 6 cilindros em linha. 

Fotos: Automedia

Seja parte de algo grande