Em surpreendente anúncio, espanhol confirma que participará das 500 Milhas, em maio, com um carro inscrito pela McLaren

Fernando Alonso fará uma surpreendente participação nas 500 Milhas de Indianápolis deste ano, quando a McLaren inscreverá um carro na tradicional corrida americana. Para isso, o piloto perderá o GP de Mônaco, que acontece na mesma época.

A mudança foi realizada após um decepcionante início para o espanhol em 2017, onde o conjunto McLaren-Honda não se mostrou competitivo como se esperava. Mesmo que o GP de Mônaco talvez ofereça a melhor oportunidade para a McLaren neste início de temporada, a tentação de competir na icônica corrida americana falou mais alto.

Depois de semanas de negociações que envolveram Honda, McLaren e Alonso, um acordo foi alcançado para que o bicampeão corra em Indianápolis. O piloto estará inscrito para a prova com um carro da McLaren que será gerenciado pela equipe Andretti Autosport, que também usa os motores japoneses na Indy.

“As 500 Milhas de Indianápolis é uma das corridas mais famosas do automobilismo mundial e rivaliza com as 24 Horas de Le Mans e o GP de Mônaco. Claro que será uma pena ficar de fora de Mônaco, mas será a única corrida de 2017 que vou perder, já que voltarei ao cockpit a partir do GP do Canadá”, disse o espanhol.

“Nunca pilotei um Indy antes e nem andei em um oval, mas estou confiante que me familiarizarei bem rápido. Já assisti muito à Indy pela TV e é evidente que é necessário ter precisão para andar lado a lado com outros carros a 350 km/h”.

Alonso, que deixará o circuito de Barcelona após o GP da Espanha e viajará direto aos Estados Unidos para se preparar para a prova, revelou que a participação é plano para algo mais grandioso.

“Já ganhei o GP de Mônaco por duas vezes, e é uma de minhas ambições ganhar a Tríplice Coroa [o que também envolve as 500 Milhas de Indianápolis e as 24 Horas de Le Mans], o que foi vencido por apenas um piloto na história: Graham Hill. É um desafio difícil, mas estou disposto a aceitá-lo. Não sei quando vou correr em Le Mans, mas pretendo fazer isso um dia. Tenho só 35 anos e tenho muito tempo para isso”, completou.

A McLaren não confirmou o piloto que disputará o GP de Mônaco no lugar de Alonso. Jenson Button, que se aposentou da F1 no ano passado, é o atual reserva do time.

Fotos: Motorsport

Seja parte de algo grande

Fernando Alonso perderá Mônaco para correr as 500 Milhas de Indianápolis