Neto de Ferdinand Porsche, ele ficou no cargo de chairman do Grupo VW até 2015

Neto de Ferdinand Porsche (o fundador da marca de esportivos e "pai" do VW Fusca), Ferdinand Piëch vendeu parte de suas ações na Porsche SE (14,7%), detentora de 52,2% do Grupo Volkswagen, ao seu irmão mais novo, Hans Michel Piëch.

Leia também:

A informação é de um jornal alemão. Segundo Hans, a compra foi uma decisão das famílias Porsche e Piëch, que ainda não divulgaram como ficará a distribuição das ações entre os membros. Ferdinand foi o CEO e chairman do Grupo Volkswagen de 1993 a 2015, quando explodiram os escândalos do dieselgate envolvendo marcas do grupo. Com a compra, Hans ganha mais poder nas decisões do conglomerado. 

Durante a gestão Ferdinand, o Grupo VW comprou a Lamborghini, Bugatti e Bentley, além de integrar as marcas Seat, Skoda e Audi em uma estrutura única e similar. Engenheiro de formação, participou do desenvolvimento de modelos como o Audi quattro e do Bugatti Veyron. Foi nomeado "Car Executive of the Century" em 1999. 

Ele é filho de Louise Porsche com Anton Piëch. 

Foto: Divulgação

Seja parte de algo grande