Campeão de 2009 estará ao lado de Vandoorne na corrida em maio e não deve testar carro antes de disputar a prova

A McLaren oficializou Jenson Button como o substituto de Fernando Alonso no GP de Mônaco deste ano, prova da qual o espanhol ficará de fora para competir nas 500 Milhas de Indianápolis.

Button, que completou 37 anos em janeiro, havia anunciado que faria uma temporada sabática em 2017, já que sua vaga na McLaren havia sido tomada por Stoffel Vandoorne.

Contudo, o campeão de 2009 retornará à ativa por uma corrida, já que Alonso deixará de correr em Monte Carlo para tentar a sorte na corrida da Indy, que acontece no mesmo dia.

Leia também:

Button venceu o GP de Mônaco em 2009 e tem outros dois pódios na tradicional prova de rua.

“Estou empolgado em fazer este retorno à F1 e não poderia pensar em lugar melhor para voltar do que o GP de Mônaco, minha casa adotiva”, disse Button.

“Já venci a corrida antes, em 2009, e é uma das minhas pistas favoritas. É um circuito de rua difícil, onde um bom piloto pode fazer a diferença. Mesmo que o McLaren-Honda MCL32 não tenha começado a temporada bem, ele pode casar melhor com Mônaco do que com outras pistas que Fernando e Stoffel já correram neste ano.”

“Sim, eu tenho ciência de que não terei chance realista de repetir minha vitória de 2009, mas acho que teremos uma oportunidade de marcar pontos, o que seria muito valioso para a equipe em termos de campeonato de construtores.”

Button, que ainda não pilotou os novos carros da F1 de 2017, que são mais largos e possuem maior pressão aerodinâmica, será parceiro de Vandoorne pela segunda vez: no GP do Bahrein do ano passado, o belga substituiu Alonso, que estava lesionado.

No entanto, há a chance de Button disputar a prova sem antes guiar o carro de fato, já que a McLaren anunciou que Vandoorne e Oliver Turvey guiarão no teste do Bahrein, na próxima semana.

Button disse: “Eu pilotarei o MCL32 em Mônaco no simulador da McLaren e acredito que estarei pronto para a prova depois de fazer isso.”

“Estou totalmente em forma e venho fazendo muito treinamento de triátlon recentemente, então não tenho preocupações nesse sentido.”

No início do GP de Mônaco de 2017, Button igualará a marca do heptacampeão Michael Schumacher de 306 largadas, o segundo na lista de todos os tempos, atrás apenas de Rubens Barrichello.

O diretor esportivo da McLaren, Eric Boullier, disse: “Fiquei contente quando Jenson aceitou nossa sugestão de correr em Mônaco no lugar do Fernando. Sei que falo em nome de todos na McLaren-Honda, nossos patrocinadores e fãs, quando digo que é uma ótima notícia para todos. Jenson é um piloto de classe, fantástico – rápido, suave e preciso – e não perdeu sua vantagem competitiva nos últimos meses.”

Fonte:  Motorsport.com

 

Seja parte de algo grande