Novidade da Honda começa bem, enquanto o bonitão da Renault fica atrás do Aircross

Mesmo considerado caro para seu porte e equipamentos, o Honda WR-V estreou bem nas vendas. Com 926 unidades emplacadas na primeira quinzena de abril, o modelo derivado do Fit já passou o Nissan Kicks no mês e, com a queda do Renegade, ficou bem próximo do Jeep. O resultado está dentro da meta da Honda de vender 2 mil unidades mensais do seu novo crossover.

 

Renault Captur Zen 1.6 manual

 

Por outro lado, o Renault Captur não embalou. No mês passado, a Renault alegou que o modelo teve suas vendas iniciadas somente no dia 13, o que invalidaria a análise de vendas mensal. Pois bem, agora em abril a situação não melhorou: com somente 328 unidades na primeira metade do mês, o Captur está atrás de modelos de vendas reconhecidamente limitadas, como Peugeot 2008 (442) e Citroën Aircross (344). Para se ter ideia, o Audi Q3, líder entre os SUVs premium, está com 296 emplacamentos até então.   

Na ponta do segmento, a briga está acirradíssima entre o Honda HR-V (líder no acumulado de 2017) e o Jeep Compass, com destaque para o segundo por ser de uma categoria acima - SUV médio x SUV compacto. Quem está sendo afetado com o sucesso do irmão, porém, é o Renegade, que levou um tombo e está com o WR-V no seu retrovisor. 

 

Hyundai Creta

 

Outro novato, o Hyundai Creta vem numa sólida terceira posição, bem mais próximo dos líderes do que de ter sua posição ameaçada. Já o renovado Chevrolet Tracker ainda não disse a que veio, com vendas bem distantes da meta de 1,5 mil unidades mensais.

Fotos: divulgação e arquivo motor1 

 

SUVs/Crossovers - 1a quinzena de abril

1) Honda HR-V - 1.819 unidades

2) Jeep Compass - 1.811

3) Hyundai Creta - 1.561

4) Jeep Renegade - 1.078

5) Honda WR-V - 926

6) Ford EcoSport - 801

7) Nissan Kicks - 759

8) Renault Duster - 674

9) Toyota SW4 - 463

10) Peugeot 2008 - 442

11) Chevrolet Tracker - 361

12) Citroën Aircross - 344

13) Hyundai ix35 - 332

14) Renault Captur - 328

15) Audi Q3 - 296

 

Seja parte de algo grande