Marc Márquez amplia domínio em Austin e vence pela primeira vez na temporada 2017 da MotoGP; com abandono de Maverick Viñales e segundo lugar, Valentino Rossi assume liderança do campeonato

Austin é mesmo a terra de Marc Márquez. Neste domingo (23), o espanhol venceu o GP das Américas – primeira vitória de Márquez em 2017. O atual campeão não teve vida fácil no início da prova e precisou superar Dani Pedrosa para manter a invencibilidade no Circuito das Américas.

Quem perdeu a invencibilidade na temporada 2017 foi Maverick Viñales. O então líder do campeonato caiu sozinho na segunda volta saindo zerado de Austin.

Melhor para Valentino Rossi, que terminou em segundo e assumiu a liderança do campeonato. Dani Pedrosa completou o pódio, com Cal Crutchlow em quarto e Johann Zarco fechando o top-5.

A corrida

Pedrosa veio por fora e, de modo espetacular, assumiu a ponta. Márquez caiu para segundo e Rossi manteve o terceiro posto, com Viñales sendo o grande derrotado da largada, caindo para quarto.

Na reta oposta, o líder do campeonato teve de lidar com a maior velocidade da Ducati de Lorenzo, mas deu o troco no miolo. Johann Zarco, que também largou mal, caiu para sétimo no apagar das luzes vermelhas, mas terminou a primeira volta em quinto.

No final da segunda volta, Viñales caiu sozinho na curva 18, abandonando a prova. Enquanto isso, Márquez tentava pressionar Pedrosa, que seguia na liderança. Rossi sofria para acompanhar o ritmo da dupla da Honda e via Zarco se aproximar.

Pedrosa ditava o ritmo e, com isso, Márquez, Rossi e Zarco andavam próximos uns aos outros. A 15 voltas do fim, o francês foi para cima do italiano na sequência de 'S' no primeiro setor e Rossi saiu da pista, passando reto. Entretanto, o piloto da Yamaha seguiu na disputa, sem perder a posição.

No giro seguinte, Márquez colocou por dentro na entrada da reta oposta, mas levou o troco. Rossi seguia sem conseguir ameaçar a dupla da Honda, porém não sofria tanta pressão de Zarco.

Uma volta depois, Márquez deu o bote na sequência de 'S' e foi para a liderança. Pedrosa virava, então, alvo de Rossi, enquanto Pol Espargaró abandonava a prova com o motor da KTM indo para o espaço.

Ainda durante a corrida, a direção de prova decidiu acrescentar 0s3 ao tempo de prova de Rossi, considerando que o italiano ganhou vantagem ao passar reto no incidente com Zarco.

E se alguém esperava que Pedrosa fosse ficar para trás de Márquez, o pequeno espanhol resolveu mostrar o contrário, mantendo-se bastante próximo do companheiro de equipe. Após o anúncio da punição, Rossi apertou o ritmo e se aproximou dos dois primeiros, colocando se na briga pelos dois primeiros lugares.

A oito voltas do fim, Pedrosa começava a ficar mais para sofrer a pressão de Rossi do que para conseguir superar Márquez, que impôs um ritmo mais forte e rapidamente abriu boa vantagem sobre o companheiro de equipe.

Um pouco mais atrás, Crutchlow começava a ameaçar o quinto lugar de Zarco e Lorenzo, que vinha em sétimo, sofria pressão de Andrea Iannone.

A três voltas do fim, Rossi superou Pedrosa na curva 18 e subiu para segundo. Mais importante do que isso, o italiano conseguiu abrir mais de 0s3 rapidamente, garantindo a segunda posição.

Crutchlow conseguiu deixar Zarco para trás na penúltima volta e subiu para o quarto lugar. Na frente, Márquez seguiu tranquilo para manter a invencibilidade em Austin e vencer a primeira em 2017. Rossi foi o segundo - resultado mais do que suficiente para assumir a liderança do campeonato - e Pedrosa completou o pódio.

O quarto lugar ficou com Crutchlow, seguido por Zarco, Andrea Dovizioso, Iannone, Danilo Petrucci, Lorenzo e Jack Miller, que fechou o grupo dos dez primeiros em Austin.

Confira o resultado final da prova:

Pos. Pontos Num. Piloto Team Moto Tempo/Dif.
1 25 93 Marc MARQUEZ Repsol Honda Team Honda 43'58.770
2 20 46 Valentino ROSSI Movistar Yamaha MotoGP Yamaha +3.069
3 16 26 Dani PEDROSA Repsol Honda Team Honda +5.112
4 13 35 Cal CRUTCHLOW LCR Honda Honda +7.638
5 11 5 Johann ZARCO Monster Yamaha Tech 3 Yamaha +7.957
6 10 4 Andrea DOVIZIOSO Ducati Team Ducati +14.058
7 9 29 Andrea IANNONE Team SUZUKI ECSTAR Suzuki +15.491
8 8 9 Danilo PETRUCCI OCTO Pramac Racing Ducati +16.772
9 7 99 Jorge LORENZO Ducati Team Ducati +17.979
10 6 43 Jack MILLER EG 0,0 Marc VDS Honda +18.494
11 5 94 Jonas FOLGER Monster Yamaha Tech 3 Yamaha +18.903
12 4 45 Scott REDDING OCTO Pramac Racing Ducati +28.735
13 3 53 Tito RABAT EG 0,0 Marc VDS Honda +30.041
14 2 8 Hector BARBERA Reale Avintia Racing Ducati +31.364
15 1 19 Alvaro BAUTISTA Pull&Bear Aspar Team Ducati +1'06.547
16   38 Bradley SMITH Red Bull KTM Factory Racing KTM +1'22.090
17   41 Aleix ESPARGARO Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 2 voltas
Não completaram
    22 Sam LOWES Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 10 voltas
    44 Pol ESPARGARO Red Bull KTM Factory Racing KTM 12 voltas
    76 Loris BAZ Reale Avintia Racing Ducati 13 voltas
    25 Maverick VIÑALES Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 20 voltas
    17 Karel ABRAHAM Pull&Bear Aspar Team Ducati 20 voltas

Seja parte de algo grande