Jornada homenageou centenário da expedição Transantártica, feita pelo britânico Ernest Shackleton

Um exemplar especialmente preparado do Hyundai Santa Fe foi responsável por percorrer quase 6 mil quilômetros em uma jornada histórica realizada durante 30 dias na Antártica. Conforme explica a fabricante, trata-se de uma expedição promovida com o intuito de homenagear os 100 anos da expedição Transantártica, realizada entre 1914 e 1916 pelo explorador polar britânico Sir Ernest Shackleton.

Leia também:

Capitaneando a empreitada estava Patrick Bergel, bisneto do desbravador e responsável por dirigir o Santa Fe pelos 5.800 km que ligam, de ida e volta, Union Camp e McMurdo. Foram 30 dias de frio intenso, cenários inóspitos e temperaturas inferiores a 28ºC negativos. Entre outras dificuldades, o SUV teve de passar por plataformas de gelo flutuante que nunca haviam sido percorridas anteriormente por veículos com rodas.

 

Hyundai Santa Fe on Antarctic expedition

 

Para enfrentar a aventura o carro, naturalmente, teve de passar por modificações, mas a Hyundai destaca que muita coisa original foi mantida. Por exemplo, motor (um 2.2 turbodiesel), sistema de gerenciamento, transmissão, diferencial dianteiro e cardã eram exatamente iguais aos do modelo de fábrica.

A grande adaptação ficou por conta dos gigantescos pneus de baixa pressão, usados com o objetivo de manter o veículo em cima da neve em vez de abrir caminho por meio dela. Dessa forma, foi necessário elevar a carroceria com novos subchassis e suspensões, além de adaptar engrenagens dentro dos cubos de roda para lidar com as diferentes forças e a necessidade de girar mais lentamente para rodar à mesma velocidade.

Hyundai Santa Fe on Antarctic expedition
Hyundai Santa Fe on Antarctic expedition

As outras modificações foram o aumento da capacidade do tanque de combustível, a conversão do carro para rodar com combustível Jet-A1 – o único disponível no continente – e a instalação de um pré-aquecedor para o frio. 

A aventura durou ao todo 30 dias e rendeu até mesmo um curta-metragem. "Esta foi a primeira vez que uma travessia total foi tentada e concluída nos dois sentidos, ida e volta. Muita gente pelo mundo pensou que nunca conseguiríamos e quando voltamos eles não acreditavam no que realmente havíamos feito”, disse Gisli Jónsson, especialista e conhecedor da região.

Fotos: divulgação 

 

Seja parte de algo grande

Hyundai Santa Fe - Expedição na Antártica