equipe alemã surgiu como um potencial aliado nos esforços da japonesa para superar os problemas na categoria

A Honda tinha esperança de fazer bons progressos em sua campanha 2017 após passar por dificuldades nos testes de pré-temporada, mas foi atingida por uma série de problemas de confiabilidade nas três primeiras corridas da temporada e também no pós-teste do GP do Bahrein.

Fontes revelaram que a Honda tem discutido com a Mercedes sobre um plano de ajuda. A fabricante alemã prestaria consultoria para ajudar a japonesa a fazer progressos rápidos com o seu trem de força que estreou recentemente. 

 

GP F1 Bahrein

 

Embora saiba-se que os detalhes do negócio ainda não foram selados, o foco principal poderia ser a ajuda com a área eletrônica e híbrida da unidade de potência.

Ajuda externa

A discussão sobre o plano da Mercedes vai ao encontro com o pano de fundo da Honda ter mexido os pauzinhos nas últimas semanas, acelerando o uso de ajuda externa - o que entende-se como trabalhar com consultores renomados.

O chefe da Honda F1, Yusuke Hasegawa, recusou-se a confirmar exatamente quem está envolvido em seus planos, mas disse que sua empresa não iria deixar pedra sobre pedra nos esforços para melhorar a situação.

 

GP F1 Bahrein

 

"Na verdade, temos feito tudo o que podemos fazer", disse ao Motorsport.com. "Estamos utilizando todas as fontes externas. Desde o início de março, estamos quase mudando nossa organização [completamente]. Acho que funciona melhor, mas já havia passado da hora de modificar o nosso desenvolvimento [até agora] ...

"Claro que não é fácil, porque modificações no motor levam tempo, que é um problema. Vimos alguns bons elementos, mas o pacote como um todo ainda não está pronto."

Quando perguntado especificamente sobre a situação, Hasegawa disse: "Nós não revelaremos quaisquer consultores ou fornecedores, mas estamos usando muitos recursos externos."

Fonte: Motorsport

Seja parte de algo grande