Capital gerado seria usado para liquidar o Dieselgate e financiar o programa de elétricos

Especulada há pelo menos 2 anos, a venda da Ducati por parte da Volkswagen novamente vira alvo de rumores nas pautas da imprensa intencional. No debate mais recente, veiculado nesta semana, a agência de notícias Reuters antecipa que o grupo alemão finalmente decidiu se desfazer da fabricante de motos e que diversos compradores, inclusive, já demonstram interesse no negócio.

Leia também:

Embora a VW não admita, a ideia de vender a Ducati teria como objetivo principal "fazer dinheiro". A marca esperar levantar capital suficiente para liquidar parte dos custos bilionários do Dieselgate e, ao mesmo tempo, ter aporte para financiar o início do ambicioso plano elétrico que dará origem aos modelos da linha I.D.

Ducati lança nova Panigale 959 no Brasil - veja fotos e preço
Ducati 1299 Superleggera

Pelo menos três compradores já sondaram a gigante alemã de olho no negócio, entre eles fabricantes chineses de motocicletas, a indiana Hero e o consórcio que adquiriu a Aston Martin em 2007. Detalhes sobre o preço pedido ainda são desconhecidos, mas o valor de mercado da Ducati gira hoje em torno de 1,5 bilhão de euros.

De origem italiana, a marca foi comprada em 2012 por meio da Audi por 860 milhões de euros. Era considerada uma preferência de Ferdinand Pïech, que sempre quis adicioná-la a sua coleção corporativa. Com Piech agora fora da empresa, não há grandes impeditivos para fechar o negócio. Aguardemos.

Fotos: divulgação 

Seja parte de algo grande

Ducati 1299 Superleggera