Depois do C5 Aircross, irmão menor terá nova geração no próximo ano

A Citroën não esconde que a China é um de seus principais (e favoritos) mercados. Depois de guardar a revelação do C5 Aircross para o Salão de Xangai, agora informações indicam que o país oriental será o primeiro a ter a nova geração do C3 Aircross. Já em 2018. 

Leia também:

Derivado do conceito C-Aircross, apresentado durante o Salão de Genebra, ele usará a mesma plataforma do novo Citroën C3 europeu, a PF1/A. Que é a mesma de todos os carros pequenos da PSA à venda no Brasil (os Peugeot 208, 2008 e os Citroën C3 e AirCross). Seguindo as regras locais da China - onde toda fabricante estrangeira deve se "unir" a uma local para produzir -, o Aircross será produzido com a Dongfeng e não deverá ter uma gama de motores tão diferente da que já é conhecida, como os PureTech 1.2 turbo ou o 1.6 THP, também turbo, com câmbios manual e automático de 6 marchas. 

 

Prueba Citroën C3 2017 PureTech 110

 

O conceito tem 4,15 m de comprimento, algo que deverá ser mantido no carro "final". Por dentro, deverá ter o mesmo nível de equipamentos e acabamento do novo C3 europeu (na foto acima), com desenho que chamam de "quadrado redondo". Se ele seguir o C5 Aircross e o nosso Peugeot 2008 (irmão de plataforma), terá também o sistema Grip Control, que trabalha com o controle de tração para sair de situações mais complicadas na terra. 

Para o Brasil? Resta esperar, mas se nem o novo C3 deu sinais de aparecer por aqui, quem dirá o Aircross... 

Fonte: Car News China

Seja parte de algo grande