Com foco nos SUVs, a Mitsubishi tirará o sedã de linha no mercado americano

Em agosto, o Lancer deixará de ser fabricado nos Estados Unidos. Faz sentido, já que a marca japonesa quer focar em SUVs, a grande sensação do momento. Basta ver que o Eclipse, um clássico esportivo dos anos 1990, retornará em forma de... utilitário esportivo. Para marcar esta despedida por lá, o Lancer recebe uma edição especial, a Limited Edition.

Leia também:

Feito sobre a versão de entrada, ES, ele se diferencia externamente pela grade dianteira, teto e retrovisores em preto brilhante e rodas de aro 16" com a mesma cor. Por dentro, acabamento também em preto, com costuras vermelhas nos bancos, volante e portas, pedaleiras em alumínio e central multimídia com tela de 6,5", Android Auto e Apple CarPlay. Teto solar é item de série. 

O sedã já tem um visual diferente do que é fabricado no Brasil, principalmente no para-choque dianteiro. O motor é o mesmo 2.0 aspirado a gasolina com 150 cv e câmbio CVT. Nos Estados Unidos, o Lancer já sente o peso da idade e da concorrência, sendo o Mitsubishi menos vendido de janeiro a abril, com 6.053 unidades, contra 12.305 do Outlander. Por aqui, foram vendidas 326 unidades no mesmo período, mas não há sinais de fim da linha. O Lancer é fabricado no Brasil.

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande