Tecnologia reúne etanol, hidrogênio e eletricidade para mover veículos

Em evento realizado nesta terça-feira (9) no estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP), a Nissan celebrou o primeiro ano de testes do SOFC. Trata-se do primeiro carro do mundo movido a célula de combustível a utilizar etanol.   

Leia também:

 

Nissan SOFC

 

Para a pesquisa, a Nissan utilizou como protótipo um utilitário NV200, que abastecido 100% com etanol (tanque de 30 litros) pode carregar uma bateria de 24kWh para uma autonomia de mais de 600 km. O interessante é que a célula de combustível funciona 100% com etanol ou água misturada ao etanol. Após o processo de conversão em energia elétrica, as emissões são apenas de carbono-neutro, não nocivos a atmosfera.  

Esta tecnologia “Célula de Combustível e-Bio” conta um gerador de potência movido por meio de uma SOFC (Solid Oxide Fuel Cell), que se utiliza da reação de diversos combustíveis com oxigênio, incluindo etanol e gás natural, para produzir eletricidade. No caso do protótipo brasileiro, seu desenvolvimento foi anunciado em junho do ano passado no Japão, mas o veículo só foi revelado ao mundo em agosto. 

 

Nissan SOFC

 

Escolhido pela marca japonesa por ser um dos principais produtores mundiais de etanol e ter uma infraestrutura consolidada para o abastecimento com o combustível vegetal, o Brasil teve a primazia de fazer os primeiros testes do veículo em todo o mundo. Neste primeiro período de testes, ficou comprovado que a tecnologia se adapta muito bem ao combustível brasileiro e ao uso cotidiano. 

Como o SOFC ainda é um protótipo e não está homologado para circular nas ruas, dirigimos o modelo em um pequeno espaço fechado, suficiente apenas para impressões iniciais. Na prática, é um NV200 sem modificações na cabine, a não ser pelo monitor instalado no lugar do sistema de som e pela célula de combustível no porta-malas.

 

Nissan SOFC

 

Ao volante o comportamento é típico de um carro elétrico, com aceleração instantânea e rodagem silenciosa. Não custa ressaltar que a propulsão é 100% elétrica, pois o etanol passa por um processo químico dentro do tanque para ser transformado em energia elétrica para recarregar as baterias.  

Parte do “Nissan Intelligent Power”, a célula de combustível e-Bio é mais uma tecnologia que vai ajudar a diversificar as opções de extração de energia. Ela vai complementar a propulsão 100% elétrica, junto com o e-Power, que utiliza a gasolina, entre outros combustíveis, para gerar eletricidade, se adaptando às necessidades de cada mercado.   

Fotos: autor

Especificações - e-Bio – Protótipo de Veículo Movido a Célula de Combustível

Veículo de Base

e-NV200

Capacidade da Bateria

24 kWh

Fonte de Energia

Eletricidade, Etanol

Capacidade do Tanque

30 litros

Rendimento da SOFC

5 kW

Autonomia

Superior a 600 km

Seja parte de algo grande