Espanhol revelou que ficará com veículo que que vai competir a 101ª edição de mítica prova da IndyCar

Fernando Alonso fará as 500 Milhas de Indianápolis no dia 28 de maio e não vai participar do GP de Mônaco, que acontecerá no mesmo dia, pela F1. O espanhol vai correr com um McLaren/Andretti Dallara-Honda. Ele afirmou nesta quinta-feira (11) que seu contrato diz que ele pode ficar com o carro após a corrida, para adicioná-lo ao seu museu nas Astúrias, na Espanha.

"Depois da corrida, o carro estará no museu também", disse Alonso antes do GP da Espanha. "Desde 2004, cada carro que uso está no meu contrato que pode ir para meu museu depois, e este não é diferente."

O piloto da McLaren admitiu que demorou um pouco para ficar confortável no cockpit do Dallara. "O carro parecia muito diferente", disse ele. "Fazer este setup assimétrico definitivamente não me parece normal. Você precisa ajustar a sua mentalidade um pouco, mas no final do dia eu me senti um pouco mais confortável."

O piloto também falou dos treinos. "Agora, na próxima semana, quando começarmos os treinos livres e começaremos a correr com outros pilotos, espero construir um pouco mais de confiança e entender o que o carro precisa e o que eu preciso também para estar preparado para o dia 28 de maio. Terei duas semanas intensas pela frente."

Fotos: Motorsport

Seja parte de algo grande

Fernando Alonso, Andretti Autosport Honda