Ataques virtuais paralisaram as operações destas duas fabricantes, que fazem parte de uma aliança automotiva

Os ciberataques do dia 12 de maio não prejudicaram apenas governos e empresas de telefonia. Pelo menos duas fabricantes também sofreram os efeitos do ataque virtual: Renault e Nissan. Curiosamente, ambas fazem parte de uma mesma aliança, com softwares possivelmente comuns, o que talvez explique que apenas elas tenham tido problemas até agora com o ataque.

Leia também:

A Renault teve a fábrica de Novo Mesto, na Eslováquia, paralisada pelo problema. Ali são fabricados o Twingo III, o Smart Forfour e o Clio. A Nissan, por sua vez, teve a fábrica de Sunderland, no Reino Unido, afetada. Ali são fabricados o Nissan Qashqai e o Infiniti Q30.

 

Nissan Sunderland

 

Ambas as empresas afirmaram que estão trabalhando na solução do problema e que devem retomar a produção em breve. Algo que é especialmente importante para a Nissan, já que o Qashqai é um de seus modelos mais vendidos na Europa.

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande

Fábrica da Nissan de Sunderland