Primeira picape média da Mercedes tem estreia prevista para setembro

A Mercedes-Benz dá sequência ao desenvolvimento da inédita picape média Classe X com a realização dos últimos testes de durabilidade. No flagra que ilustra este post, por exemplo, as avaliações acontecem em um ambiente de estrada de terra no sul da Europa, sendo postos à prova atributos como as capacidades de reboque e carga, além do funcionamento da tração 4Matic. Tudo deve ficar pronto já nos próximos meses, dada a apresentação oficial prevista para setembro, no Salão de Frankfurt.

Leia também:

Como já dissemos em outras ocasiões, a Classe X dividirá plataforma com a Nissan Frontier e a Renault Alaskan, mas com design e motores próprios. Apesar dos disfarces, já é possível notar que o conjunto frontal terá inspiração direta nos conceitos Stylish Explorer e Powerful Adventurer, com grade grande e logotipo destacado no centro. Laterais terão caixas de roda bem marcadas e, na traseira, lanternas verticais terão assinatura de LEDs.

2018 Mercedes X-Class spy photo
2018 Mercedes X-Class spy photo

Na gama de motores, especulações apontam para o uso de duas opções de origem japonesa: o 2.3 turbodiesel de 190 cv da própria Frontier e um 4 cilindros a gasolina. Legitimamente alemão será o propulsor de topo: um 3.0 V6 turbodiesel com potência superior a 250 cv. Dependendo da versão, o câmbio poderá ser manual de 6 marchas ou automático com 7 ou 9. As capacidades incluem 1.100 kg para carga e 3.500 kg para reboque.

 

2018 Mercedes X-Class spy photo

 

A Europa será o primeiro mercado a receber a Classe X, certamente depois da apresentação pública no Salão de Frankfurt. Por lá, a produção será concentrada em Barcelona, na Espanha, e ficará sob responsabilidade da Nissan. No Brasil, o lançamento da novidade está previsto para 2018, com montagem na fábrica da Renault em Córdoba, na Argentina. A meta é produzir anualmente 70 mil unidades, juntando Frontier, Alaskan e Classe X.

Fotos: Automedia

Seja parte de algo grande