SUV mais caro da marca terá início de produção até o fim do ano

De olho no crescimento do mercado indiano, que na próxima década deve superar o Japão, se tornando o 3º maior do mundo, a Volvo anunciou nesta semana a produção local do Volvo XC90. O objetivo é dobrar a participação em vendas no país no médio prazo. 

Leia também:

Prevista para começar no fim do ano, a produção do XC90 será feita pelo método CKD em uma fábrica do Grupo Volvo localizada na região de Bangalore, no sul da Índia. Durante o anúncio, a marca ainda confirmou que outros modelos serão produzidos no país, sem detalhar quais. 

Propriedade da chinesa Geely, a Volvo dá um passo importante para crescer neste mercado promissor. Todavia, o segmento premium ainda é muito pequeno por lá - a marca sueca vendeu 1.400 veículos em 2016 - embora deva crescer bastante nos próximos anos. A produção local tem incentivo do governo, que tem adotado medidas para promover a modernização da industria automotiva no pais.

"Estou satisfeito, que a partir deste ano, vamos ser capazes de começar a vender modelos Volvo que são produzidos na Índia", disse o CEO da Volvo, Cars Hakan Samuelsson, em um comunicado à imprensa. 

Em um movimento contrário ao da Volvo, a GM anunciou nesta quinta-feira (18) que está suspendendo a venda de carros na Índia até o fim do ano. A marca norte-americana vai manter a produção local apenas para atender ao mercado externo. 

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande