Audi e Land Rover permanecem em baixa. Confira também os resultados de BMW, Volvo, Jaguar e MINI

Mercedes-Benz

Chegando ao 50º mês seguido de crescimento, a Mercedes-Benz foi a premium preferida em todos os meses de 2017 até agora. Com 180.599 veículos novos comercializados em abril, a marca de Stuttgart registrou um crescimento de 10,1% em relação a 2016.

No acumulado do ano, já saíram de suas concessionárias 741.224 unidades, 14,5% a mais do que entre janeiro e abril do ano passado. Na China, hoje o mercado mais importante para a Mercedes, foram vendidas 47.627 unidades, 35,3% de alta – na Alemanha (24.577) e nos EUA (26.932), no entanto, a marca perdeu 4,7% e 7,9%, respectivamente. 

Com 33.666 unidades, o Classe C foi o campeão de vendas. Já o Classe E, cujo avanço superou os 50%, foi o preferido por 28.827 consumidores – desde o lançamento em 2016, mais de 250 mil unidades já foram vendidas. Responsáveis novamente por quase 1/3 das vendas, os SUVS foram os preferidos por 59.739 consumidores (+5,5%).

 

BMW X1 nacional

 

BMW 

A marca de Munique foi a preferida por 164.641 consumidores no mês passado, 9,4% de alta em relação a 2016. No melhor abril de sua história, a BMW atingiu 668.095 unidades no acumulado de 2017, um avanço de 6,2% sobre os quatro primeiros meses do ano passado.

Em seu primeiro mês cheio na maioria dos mercados, o BMW Série 5 emplacou 27.572 unidades. Destaque também para o X1 (22.147), cujas vendas cresceram mais de 80%, e para o top de linha Série 7 (5.376), com avanço superior a 33%. 

 

Audi A4 2016

 

Audi 

A marca de Ingolstadt permaneceu em caminho distinto das rivais alemãs. Com 156.150 veículos comercializados no mês passado, as vendas globais recuaram 5% em relação a 2016. O acumulado, de 578.750 unidades, é 6,7% inferior ao do mesmo período do ano passado. 

Na China (46.166), maior mercado para a Audi, a retração foi de 6,9%, enquanto na Alemanha (28.211) a queda foi um pouco menor (-2,2%). Já nos EUA, a marca emplacou 18.711 unidades e viu as vendas avançarem 5,1%.

 

Volvo XC60 2016

 

Volvo 

Com 46.895 veículos comercializados em abril, a Volvo apresentou uma evolução de 10,5% em relação ao mesmo período de 2016. Nos quatro primeiros meses de 2017, a marca sueca foi a preferida por 176.043 consumidores, 8% a mais do que no ano passado. 

Foi na China (8.687 unidades), principal mercado para a Volvo, onde o maior crescimento foi registrado (+38,3%). Os EUA, segundo mais importante, responderam por 7.121 unidades (+15,4%). Em seu país natal, a marca emplacou 6.730 unidades (+1,4%). 

O XC60 de geração anterior – a nova começará a chegar às concessionárias durante o mês de maio – foi o carro-chefe, com 15.434 unidades, quase 30% a mais do que há um ano. V40 (7.577) e XC90 (6.397) completaram o pódio. 

 

Discovery Sport

 

Land Rover 

Em abril, a montadora britânica comercializou apenas 28.075 unidades, 15,8% a menos do que em 2016. No acumulado do quadrimestre (153.612), a montadora recuou 5,4%. É, junto com a Audi, quem tem perdido espaço nos últimos meses. 

A retração nas vendas do mercado inglês, associada ao fim de carreira da geração anterior do Discovery – a nova geração está começando a sua carreira comercial – contribuíram para a diminuição do ritmo. 

 

Jaguar F-Pace

 

Jaguar

No melhor mês de abril de sua história, a Jaguar comercializou 12.310 veículos e viu as vendas crescerem expressivos 54% em relação ao ano passado. No acumulado dos quatro primeiros meses de 2017, foram 66.282 unidades, alta de 75,1%.

O F-Pace, o XE e a versão longa do XF foram os grandes responsáveis pelo forte resultado do mês passado, notadamente no mercado chinês.

 

2017 Mini Countryman

 

Mini 

Em baixa de 3% sobre o ano passado, as vendas da marca inglesa fecharam abril com 27.588 veículos. Nos quatro primeiros meses de 2017, a MINI comercializou 110.643 veículos, 3,6% acima do total emplacado no mesmo período de 2016.

Desde janeiro, o destaque é o Cabrio (10.871), cujas vendas cresceram quase 90%. O Clubman, com 19.203 unidades, também apresentou resultado positivo (+16,9%). 

Observação: Os dados da Lexus e da Porsche referentes a abril ainda estão indisponíveis.

Fontes: Daimler AG /  BMW Group / Jaguar Land Rover / Volkswagen AG / Volvo Cars

Seja parte de algo grande