Parceria vale para as próximas gerações de Classe A, GLA, CLA e Classe B

Além de render frutos no segmento comercial (especialmente com a picape Classe X e o multiuso Citan), a parceria firmada entre a Mercedes-Benz e o grupo Renault-Nissan promete dar resultados também no campo mecânico. Conforme relata a revista britânica Autocar, a aliança entre as empresas tem se tornado tão forte que permitirá, por exemplo, que a nova geração do Classe A e toda a gama de modelos compactos da marca alemã sejam equipados com motores de origem nipo-francesa.

Leia também:

Detalhes sobre o plano ainda são limitados, mas já se sabe que serão dois propulsores movidos a gasolina, com 1,2 e 1,4 litro de deslocamento, de construção moderna e baixa emissão de poluentes. A empreitada fará com que os custos de desenvolvimento sejam reduzidos e, de quebra, diminuirá a emissão de carbono da Mercedes - sendo, portanto, um bom negócio para os dois lados. Atualmente, o menor motor oferecido pela Mercedes na família A é um 1.6.

Mercedes-Benz Concept A Sedan
Mercedes-Benz Concept A Sedan

Além das novas gerações do Classe A, CLA, CLA Shooting Brake, GLA e Classe B, a família contará com um novo sedã (mais espaçoso que o CLA), um inédito SUV e, provavelmente, um conversível. O conceito das fotos, apresentado no último Salão de Xangai, adianta o referido novo três-volumes e é a melhor prévia que temos até agora sobre o visual da nova gama.

A nova opção SUV da linha se chamará GLB e será um modelo de maior capacidade off-road em relação ao GLA. O conversível, por fim, ocupará uma posição de entrada abaixo do Classe C Cabriolet.

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande