Presidente americano teria afirmado que os carros alemães são "muito ruins"

Depois das polêmicas envolvendo o fim do NAFTA, o presidente Donald Trump mudou seu foco e agora direcionou suas criticas aos carros alemães vendidos nos Estados Unidos. 

Leia também:

Segundo a publicação Der Spiegel, durante um encontro com dirigentes europeus em Bruxelas, na Bélgica, nesta semana, o presidente dos Estados Unidos reclamou bastante e afirmou que iria se empenhar para interromper as vendas de carros feitos na Alemanha em seu país. Além disso, Trump teria dito ainda que os carros alemães não são recomendáveis: "Olhe para os milhões de carros que eles vendem nos EUA, são muito ruins", ele teria dito.

 

Donald Trump

 

Na reunião, o chefe da Comissão da UE, Jean-Claude Juncker ficou ao lado dos alemães e contradisse a reclamação de Trump: "O comércio tem que ser livre". Juncker se esforçou para manter um tom amigável, mas o norte-americano é difícil de conversar, afirmaram participantes.  

 

BMW X5

 

Ainda é cedo para dizer quais medidas seriam aplicadas para diminuir o ritmo de importação de carros alemães, mas o imposto de importação de 35% citado há poucas semanas poderia limitar as vendas e incentivar as empresas alemãs a produzir localmente. Algo que elas já fazem, diga-se de passagem.

 

2017 Volkswagen Passat

 

Atualmente, Volkswagen, BMW, Daimler têm fábricas nos Estados Unidos, sendo a maior delas a do grupo BMW, localizada em Spartanburg. 

Fonte: Der Spiegel

Seja parte de algo grande