Imagem sugere visual mais agressivo, apesar das semelhanças com o Model 3

CEO e co-fundador da fabricante de elétricos Tesla, Elon Musk se reuniu nesta semana com acionistas para apresentar os primeiros detalhes a respeito do inédito Model Y. Lançamento de peso confirmado para 2020, o modelo será posicionado ao lado do já conhecido Model 3 (que entrará em produção no mês que vem), mas com uma proposta um tanto mais agressiva. Basicamente, será a mesma estratégia usada atualmente na dupla Model S e Model X.

Leia também:

Uma única imagem foi divulgada até o momento e fornece pistas interessantes. Por exemplo: o formato do capô é arredondado, como no Model 3, mas os vincos sugerem maior agressividade e carroceria mais alta (afinal, trata-se de um crossover). Além disso, nota-se a ausência de espelhos retrovisores - indicativo do uso de câmeras de última geração ou ainda de um eventual sistema de condução inteiramente autônomo como item padrão.

 

 

Durante a apresentação, Musk também deixou escapar que o Model Y terá uma plataforma própria e independente da base do Model 3. Para o executivo, a empresa "cometeu um erro ao projetar o Model X sobre a plataforma do Model S”, dando indícios de que tal estratégia não se repetirá. "Estou muito entusiasmado. E, provavelmente, a demanda pelo Modelo Y excederá a demanda pelo Modelo 3", finalizou. Lembre-se de que o Model 3, que também será vendido no Brasil, foi o primeiro modelo da história a ter mais de 300 mil encomendas antes mesmo de ser oficialmente apresentado. Isso dá a dimensão para as expectativas da empresa sobre o novo crossover elétrico...

Foto: divulgação 

Seja parte de algo grande