Com lançamento próximo aqui no Brasil, SUV compacto derivado do Celer foi mostrado para os argentinos

Chery Tiggo 2

 

Nem só de picapes viverá o mercado argentino. A febre dos SUVs é global, o que refletiu diretamente no Salão de Buenos Aires. Além dos novos Chevrolet Equinox e Ford Ecosport, outra novidade mostrada aos argentinos chegará em breve tanto lá como aqui: o Chery Tiggo 2.

Na Argentina, o Chery Tiggo será vendido a partir de agosto importado da China. Construído sobre a mesma plataforma do Celer, será oferecido apenas com o motor 1.5 16V Acteco que entrega 109 cv de potência e trabalha com a transmissão manual de 5 marchas.

Leia também:

Apesar de compartilhar diversos componentes com o Celer, o Tiggo 2 tem visual distinto e acabamento próprio. Se por um lado o seu visual agrada bastante, chama a atenção a demasiada distância do solo. Rack no teto, dianteira mais elevada e molduras plásticas nos para-lamas e em toda a base do carro completam o estilo aventureiro. Nada de estepe na traseira.

Questionada se a unidade presente na Argentina seria de um modelo produzido no Brasil, a assessoria da Chery informou que não. Em relação ao seu lançamento por aqui, a resposta que obtivemos foi a de que acontecerá em breve.

 

Chery Tiggo 2

 

Por outro lado, informações divulgadas por representantes da marca no evento argentino indicam que as unidades que serão vendidas por lá chegarão da China e que a produção no Brasil começará em 2018. Dado o cenário econômico e político tumultuado, é um indicativo de que os planos da montadora podem ter mudado com a possível importação do SUV compacto até o próximo ano.

Em maio, o Motor1.com apurou que o lançamento do novo Tiggo 2 aconteceria no início do segundo semestre (em julho), mas sem a confirmação da origem.

Por aqui, o Tiggo 2 utilizará o mesmo motor 1.5, mas flex, que entrega 113 cv de potência quando abastecido com etanol. Quase que obrigação neste segmento, a transmissão CVT também está prometida. Para dar mais argumentos frente aos concorrentes, a lista de itens de série terá sistema de controle de estabilidade, airbags laterais, direção elétrica, rodas de liga leve, central multimídia, sensores de estacionamento e até teto solar. 

Fechando o pacote, é de se esperar preço inicial competitivo e a garantia de 5 anos.

Fotos: Fábio Trindade e Leo Fortunatti

Viagem a convite da Anfavea

Seja parte de algo grande