Do outro lado, os fabricantes de carros não gostaram da ideia

Como Londres, Paris e Stuttgart, Munique quer proibir a circulação de carros diesel por suas ruas. O motivo? Medições mostraram uma alta concentração de poluentes, principalmente óxido de nitrogênio (um dos maiores poluentes do ciclo Diesel) na cidade bávara. O prefeito da cidade, Dieter Reiter, disse: "Eu gostaria de evitar as proibições, mas penso que é impossível continuar sem elas"

Leia também:

Do outro lado, as fabricantes não gostaram da noticia. Diferentemente do Brasil, os veículos diesel respondem por até 50% das vendas, mesmo após os escândalos envolvendo este tipo de combustível. A BMW defende que encorajar o uso de carros elétricos é melhor para a qualidade do ar que proibir o uso dos carros diesel. Vale lembrar que há uma extensa pesquisa para reduzir a emissão de óxido de nitrogênio e manter a eficiência do diesel, até 20% maior que a da gasolina. Os motores diesel também são importantes para cumprir metas de consumo.

Mesmo excluindo da proibição os veículos (incluindo caminhões e ônibus) que atendam às normas Euro 6, a medida atingirá de 133.000 a 160.000 carros, dependendo de como será feita. As marcas dizem que a medida pode prejudicar consumidores que compraram carros antes de 2015, quando ainda era válida a Euro 5. Há até uma proposta de modificar estes carros para a norma mais recente, mas não se sabe quanto isso irá custar nem se será feito. 

"Seria melhor e mais inteligente haver medidas que incentivem, por exemplo, carros elétricos e o compartilhamento de veículos, que podem ser mais importantes na melhora da sustentabilidade", disse o porta-voz da BMW, Glenn Shmidt. 

Fontes: Bloomberg e The New York Times

Fotos: divulgação e arquivo Motor1.com

Seja parte de algo grande