A Volkswagen acredita que o Polo tem "a essência de um segmento superior"

A totalmente nova sexta geração do Polo foi revelada na sexta-feira em um grande evento organizado em Berlim, onde a Automotive News teve a chance de sentar e conversar com o homem da Volkswagen responsável pelas vendas globais, Juergen Stackmann. Mais uma vez, o hatch infelizmente será um fruto proibido para o pessoal dos Estados Unidos:

“Não faz muito sentido para nós levar um carro como este para os Estados Unidos, que tem a essência de uma classe superior, em um segmento que o preço é importante na América".

Ele diz que não seria uma boa decisão mercadológica levar o Polo 2018 aos Estados Unidos. Entre as linhas, o novo hatchback ficaria caro demais quando comparado com os concorrentes diretos, alguns etiquetados "ridiculosamente baratos", de acordo com Stackmann. 

Leia também:

2018 VW Polo
2018 Volkswagen Polo First Look

O novo Polo será vendido na Europa a partir de outubro (próxima da data de lançamento dele aqui no Brasil) e terá preço inicial de 12.975 Euros (cerca de US$ 14.500) na Alemanha. As entregas aos compradores começam em janeiro de 2018 e eles poderão comprar já de cara a versão GTI, com motor de 200 cv. 

Enquanto o Polo não chegará aos Estados Unidos, a marca tem novos modelos na manga. Stackmann admitiu que a companhia lançará dois SUVs. Um deles será algo do tamanho do Golf, o T-Roc, que deverá ser lançado ainda este ano, com lançamento esperado nos EUA em 2019. A produção de um SUV compacto para os mercados europeus já foi confirmada para começar em agosto, em Palmela, Portugal. 

Junto com o SUV, a VW focará em sedãs, desde que Stackmann argumenta que estes dois segmentos "fazem volume e sentido nos Estados Unidos". 

O chefe de vendas globais da VW adicionou que o Golf se manterá como carro de entrada no país, onde metade deles são de responsabilidade do GTI, de US$ 25.595. 

Fonte: Automotive News

Seja parte de algo grande