Novo Audi A8 deve ser o primeiro do grupo com a tecnologia, que visa reduzir o consumo e ajudar a substituir os diesel

Depois que a Audi disse que o novo A8 será o primeiro modelo da marca com um sistema elétrico de 48V, a Volkswagen também já definiu seu pioneiro na tecnologia. Será o novo crossover médio da marca, o T-ROC, segundo a Automotive News. A revelação veio do chefe de desenvolvimento da marca, Frank Welsch, que disse que a tecnologia estaria presente em um "modelo do tamanho do Golf". Por eliminação, só pode ser o T-ROC. "Assim que tivermos a tecnologia desenvolvida para um modelo MQB, é mais ou menos como um plug & play. Podemos colocá-la em qualquer outro modelo por termos uma plataforma modular."

Leia também:

A tecnologia, curiosamente, não é uma substituta para o sistema elétrico de 12V, que continua na ativa para alimentar os sistemas de iluminação, ar-condicionado e o gerenciamento do motor, com um motor de arranque separado para partidas a frio. Ela é um sistema paralelo, com uma bateria de íons de lítio de 48V, para o sistema stop-start, com pequenos motores/geradores elétricos que ajudam o veículo a dar a partida, de modo a economizar combustível e reduzir os índices de poluição.

 

2018 VW T-Roc spy photo

 

A vantagem do sistema de 48V é que, por conta da voltagem mais alta, ele consegue usar fios mais finos e uma amperagem mais baixa, o que aumenta a eficiência e diminui o peso. A desvantagem é que já existe uma cadeia de fornecedores totalmente voltada para sistemas de 12V. Trocar tudo para algo de 48V representaria um custo gigantesco. Daí a ideia de um "sistema híbrido": fazer uma transição menos traumática para a voltagem mais alta.

 

Volkswagen T-ROC camuflado

 

A Renault já oferece algo parecido na nova geração da minivan Scénic. Mas a Volkswagen deve demorar mais tempo para entregar o seu. "Quando desenvolvo essas tecnologias, não é importante saber qual é o carro que vai recebê-las primeiro. O que precisamos ter é a tecnologia pronta para então decidir qual modelo a terá primeiro e em que mercados. Estamos no meio do desenvolvimento (do sistema de 48V), mas ele definitivamente virá", disse Welsch. Pelo que o executivo falou, ele poderá incluir todos os modelos MQB. E isso inclui o Polo, o Virtus e o T-Cross. Por questões de custo, porém, ele deve ficar restrito a modelos mais sofisticados.

Fonte: Automotive News

Fotos: Carpix

Seja parte de algo grande