Ajustes promovidos junto com o facelift não foram suficientes para conseguir mais do que 3 estrelas

Depois de dar vexame ao conquistar apenas 2 estrelas nos testes de impacto do EuroNCAP, o muscle Mustang mais uma vez passa vergonha ao ser reavaliado e alcançar somente 1 estrela a mais que até então. As novas provas foram promovidas depois que a Ford aplicou diversas melhorias nos sistemas de segurança do esportivo, mas as modificações não foram suficientes para lograr a pontuação máxima de 5 estrelas - comumente alcançada por projetos modernos e modelos de luxo/performance.

Leia também:

Para tentar melhorar os resultados, o Mustang europeu foi equipado de série com novos recursos de segurança, incluindo frenagem de emergência automática, sistema de detecção de pedestres, alerta anti-colisão e assistente de direção em estradas. Todos esses equipamentos são opcionais na versão vendida na América do Norte e, apesar de importantes, não foram suficientes para fazer o esportivo gabaritar a avaliação do órgão de segurança europeu.

 

Euro-spec Ford Mustang in Euro NCAP crash test

 

A Ford também diz que redesenhou os airbags dianteiros, de modo a corrigir falhas identificadas nos testes anteriores. "A desativação automática dos airbags agora atende aos requisitos do Euro NCAP", completa a marca. Por sua vez, a entidade comentou que "embora a classificação de 3 estrelas não seja excepcional, as atualizações introduzidas pela Ford não só tornaram a segurança do Mustang melhor em áreas-chave, mas também mostram que a empresa se preocupa com seus clientes e sua reputação com a segurança".

 

Euro-spec Ford Mustang in Euro NCAP crash test

 

A nova classificação, vale lembrar, foi concedida apenas com base nas mudanças promovidas pela Ford. O EuropNCAP argumenta que, apesar de reestilizado, o Mustang 2018 é estruturalmente idêntico ao modelo pré-facelift e que, por isso, não realizou novos testes de impacto. As fotos são das provas realizados em janeiro.

 

Flagra - Ford Mustang no Brasil

Novo Mustang no Brasil

 Após anos de espera, o mercado brasileiro aguarda para este ano a vinda oficial do Mustang. De acordo com a última promessa da Ford, a ideia é começar a pré-venda no fim do ano, com entregas no começo de 2018. Apenas a versão topo de linha estará disponível, sempre com motor V8 de 5.0 litros e câmbio automático. Ainda é cedo para falar em preços, mas espere por algo na faixa dos R$ 300 mil. Um flagra realizado no último mês de maio, em Santa Catarina, comprova os planos da marca.

Fotos: divulgação 

Seja parte de algo grande

Ford Mustang no Euro NCAP