Versão de entrada traz o mesmo 1.5 turbinado do Honda Civic; câmbio tem 10 marchas

Se no Brasil o Honda Accord nunca fez muito sucesso, nos EUA ele é o modelo mais importante para a marca. Nada mais natural do que ela escolher aquele mercado para a apresentação da 10ª geração do sedã grande, agora fabricado sobre a mesma plataforma do Civic atual. Para os fãs de motores aspirados, este há de ser um acontecimento triste, já que o novo Accord 2018 tem apenas motores turbinados. O 1.5 que já conhecemos no sedã médio e o 2.0 que equipa o CR-V e o Civic Type R.

Leia também:

O Honda Accord de 10ª geração tem 4,88 m de comprimento, 1,86 m de largura, 1,45 m de altura, 2,83 m de entre-eixos e 473 de porta-malas. Mesmo construído sobre a plataforma do Civic, o sedã grande cresceu em quase todas as medidas fora a altura. O modelo ainda à venda nos EUA tem 4,86 m de comprimento, 1,85 m de largura, 1,47 m de altura, 2,78 m de entre-eixos e 461 l de porta-malas. O à venda no Brasil, curiosamente, tem 4,89 m de comprimento.

 

2018 Honda Accord Live Shots

 

No Accord, o motor 1.5 de 4 cilindros turbo rende 195 cv a 5.500 rpm e 26,4 kgfm entre 1.500 rpm e 5.000 rpm. O 2.0 entrega 256 cv a 6.500 rpm e 37,7 kgfm entre 1.500 rpm e 4.000 rpm. A transmissão, para todas as versões do sedã, é uma automática de 10 marchas. Se você quiser um motor naturalmente aspirado, terá de se contentar com o 2.0 de ciclo Miller/Atkinson usado na versão híbrida. A Honda ainda não divulgou quanto os motores elétrico e a combustão entregarão.

Fotos: Jake Holmes/Motor1.com e divulgação

Seja parte de algo grande