Ambas usarão a designação, mas de formas diferentes

Iniciada há pelo menos 2 anos, a negociação que envolvia o uso comercial da sigla "EQ" na China chegou a um veredicto nesta semana. A designação é usada pela Chery desde 2014, mas vinha sendo pleiteada também pela Mercedes-Benz, que planeja adotá-la em uma inédita família de veículos elétricos. O acordo foi formalizado depois de meses de conversas, chegando ao seguinte denominador comum: ambas as empresas terão direito sobre a sigla, mas irão usá-la de maneiras ligeiramente diferentes.

Leia também:

Mercedes Generation EQ concept

 

A Chery, com base no entendimento, poderá adotar o padrão eQ (com a primeira letra minúscula) seguido de um numeral identificativo para cada modelo - eQ1, eQ2, eQ3 e assim sucessivamente. Por sua vez, a Mercedes usará o EQ (ambas as letras maiúsculas) acompanhado do padrão de letras que a marca já usa hoje para classificar seus carros - EQC, para um modelo da família "C" e EQA, para um integrante elétrico da família "A", por exemplo.

Além disso, a Mercedes estará livre para utilizar a designação "EQ Power" para nomear modelos híbridos e "EQ Power+" para híbridos de alta performance. No caso da Chery, o padrão adotado será "eQ TEC".

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande