Crossover de entrada da Jaguar, do mesmo porte dos Land Rover Discovery Sport e Evoque, já tem até configurador

Quando a Jaguar apresentou seu novo crossover de entrada, o E-Pace, em 13 de julho, dissemos que ele tinha potencial para vender ainda mais do que o F-Pace, que já é a menina dos olhos da marca britânica em todo o mundo e ainda mais aqui no Brasil. A prova disso é que o modelo, mesmo sem data para estreia em solo brasileiro, já tem site nacionalizado. Inclusive com configurador, como mostrou o pessoal do Notícias Automotivas.

Leia também:

O novo Jaguar E-Pace tem 4,40 m de comprimento, 1,65 m de altura, 1,98 m de largura e um entre-eixos de 2,68 m. Seu porta-malas comporta 577 l de bagagem. O desenho elegante permite um coeficiente aerodinâmico de apenas 0,325. Dividindo sua plataforma com Evoque e Discovery Sport, ele tem tração dianteira em sua versão mais simples, a com motor Ingenium turbodiesel de 2 litros e 150 cv e câmbio manual de 6 marchas.

 

Jaguar E-Pace já tem site no Brasil

 

Mas essa, aparentemente, não será vendida no Brasil. Se tomarmos seu site brasileiro por base, só teremos aqui duas opções de motorização, ambas Ingenium 2.0 a gasolina: 249 cv a 5.500 rpm, com 37,2 kgfm de 1.200 rpm a 4.500 rpm, e 300 cv na mesma rotação, com 40,8 kgfm de 1.500 rpm a 4.500 rpm. Os modelos com estes motores vêm exclusivamente com tração nas quatro rodas e transmissão automática ZF de 9 marchas. O de 300 cv atinge os 100 km/h partindo do 0 em 6,4 s e a velocidade máxima, eletronicamente limitada, de 243 km/h.

 

Jaguar E-Pace já tem site no Brasil

 

Se lá fora o E-Pace terá a versão S, de entrada, a SE e a HSE, aqui ela começa com uma versão sem designação, passa pela S e chega no máximo a SE. Todas podem ser encomendadas com o pacote R-Dynamic, mais esportivo. No Brasil, teremos também a First Edition, série especial que durará por seus primeiros 12 meses de mercado. Por aqui, sem a opção do motor turbodiesel de 180 cv. Só o a gasolina de 249 cv com transmissão automática está no catálogo. Sempre baseada nos modelos R-Dynamic SE, ela tem 3 cores: Caldera Red (vermelha), exclusiva da First Edition, Yulong White (branca) e Santorini Black (preta). As rodas diamantadas de liga leve, com acabamento Satin Grey e de aro 20", vem com 6 raios duplos.

 

 

Ainda não há menção a preços, mas eles não devem demorar a aparecer. Se o F-Pace já vende tão bem, qualquer demora para trazer o E-Pace a nosso mercado é prejuízo. Lá fora, ele será fabricado na Áustria, pela Magna Steyr, e começa a ser entregue aos clientes no final de 2017. Por aqui, chega primeiro importado, mas sua construção sobre a mesma plataforma do Evoque e do Discovery Sport, já fabricados no Brasil, aponta para um produção nacional mais do que certa.

 

Fonte: Notícias Automotivas

Fotos: divulgação e reprodução

Seja parte de algo grande