Demanda por compactos tem caído consideravelmente no país

Assim como deve acontecer no Brasil, a nova geração do Ford Fiesta também corre sério risco de não ser vendida nos Estados Unidos. Principal representante da marca no segmento de compactos naquele mercado, o modelo que hoje é produzido no México sairá de linha nos próximos anos sem deixar sucessor. A sétima linhagem apresentada no início deste ano na Europa, ao que tudo indica, ficará restrita aos países daquele continente - sendo unicamente produzida em Colônia, na Alemanha.

Leia também:

New 2018 Ford Fiesta

 

Conforme relata o site 0-100.ro, nenhuma decisão ainda foi tomada, mas as fracas vendas registradas nos últimos podem ser interpretadas como um sinal de alerta (vermelho) para o modelo na América do Norte. Gerente da área de compactos da marca, Robert Stiller reconhece o fraco desempenho. "As baixas vendas podem mudar nossa estratégia para o segmento", confessou. Para efeito de comparação, o Fiesta vendeu em 2013 nos EUA 71.073 unidades, enquanto em 2016 o número caiu para apenas 48.807 exemplares.

 

New 2018 Ford Fiesta

 

"O modelo anterior era um produto global da Ford e, com a nova geração, estamos visando apenas Europa, Oriente Médio e África. Na América do Norte a demanda por esses veículos está em declínio, assim como na China e na América Latina, e estamos reagindo de acordo", explicou Stiller. Rumores apontam para o desenvolvimento de planos específicos Américas e Ásia, mas até agora nenhum detalhe foi revelado.

Pelo menos no Brasil, a solução será retocar o visual do Fiesta de modo a mantê-lo renovado até a chegada de um eventual sucessor. O lançamento deve acontecer no fim do ano e unidades camufladas já foram, inclusive, flagradas em testes.

Fotos: divulgação e arquivo Motor1.com

Seja parte de algo grande