Subcompacto virá do México somente com motor 1.4 de 88 cv e câmbio manual

A Fiat vai apostar novamente na venda do pequeno 500 no Brasil, retomando a importação do modelo. Fabricado no México, o subcompacto começa a chegar às concessionárias, embora o preço ainda não tenha sido divulgado pela marca. Segundo informações divulgadas pelo site da revista Quatro Rodas, a estratégia será diferente, vendendo apenas uma versão – antes, tinha três opções de motores e câmbios, divididas entre as configurações Cult, Cabrio e Abarth.

Em seu retorno, o Fiat 500 trabalhará com apenas uma configuração, a Cult 1.4 Flex de entrada. As primeiras unidades desembarcaram em junho, todas ano modelo 2017/2017. O motor é o 1.4 Fire EVO 8V de 88/85 cv a 5.750 rpm e 12,5/12,4 kgfm de torque a 3.500 rpm. Será oferecido somente com câmbio manual de 5 marchas, deixando de lado o câmbio automatizado Dualogic oferecido anteriormente.

 

Fiat 500

 

Nessa versão, o subcompacto vem com ar-condicionado, assistente de partida em rampa, banco do motorista com ajuste de altura, coluna de direção com ajuste de altura, computador de bordo, controle de tração e estabilidade, direção elétrica, rádio com MP3, retrovisores com ajuste elétrico e rodas aro 15” de liga leve. Ainda não é confirmado se oferecerá central multimídia, volante de couro e teto solar elétrico, itens antes vendidos como opcionais.

Leia também:

A má notícia é que o carrinho volta sem o novo visual que já é vendido na Europa. A expectativa é que o 500 renovado comece a ser produzido no México apenas em 2018, mesmo momento em que chegaria ao Brasil. A reestilização foi bem leve, mexendo no desenho interno dos faróis e nas linhas dos para-choques, mas incluiu também mudanças internas.

Texto: Nicolas Tavares

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande