Hatch estreia plataforma MQB-A0 no Brasil e chega às concessionárias até novembro

Previsto para chegar às concessionárias até novembro, o novo Volkswagen Polo nacional começou a ser apresentado pela fabricante. E uma de suas maiores novidades será o motor 1.0 TSI de 128 cv ligado ao câmbio automático Tiptronic de 6 marchas. Conhecemos a novidade em um workshop promovido pela marca para mostrar todas as novidades da plataforma MQB-A0, variação da plataforma modular já utilizada no Golf que dará origem a mais três modelos além do Polo: o sedã Virtus, uma picape acima da Saveiro, conhecida como projeto Bala de Prata, e um SUV compacto, o T-Cross.

Leia também:

Novo VW Polo plataforma

 

“Será a renovação mais abrangente da história da Volkswagen”, diz David Powels, presidente da marca para Brasil e América Latina. E tudo começa com a MQB-A0. Ela terá foco na linha de motores com a tecnologia TSI, com turbocompressor. O 1.0 TSI, já utilizado no up! e no Golf, também estará no Polo, como já adiantamos. Segundo nossa apuração, será capaz de gerar 128 cv e 20,4 kgfm de torque, 3 cv a mais do que o Golf 1.0 TSI. Mas a maior novidade é ela trabalhar com a transmissão automática Tiptronic, tipo de caixa que ainda não era utilizada nessa motorização em nenhum lugar do mundo. A VW usará essa mecânica para sua nova estratégia de marketing, dando destaque ao torque de 200 nm. No Polo, não haverá versão TSI com câmbio manual.

 

Novo VW Polo plataforma

 

Com esse motor, a linha do Polo começa a ser definida. Terá o 1.0 MSI aspirado como a opção de entrada, preparado para gerar 90 cv, contra os 82 cv disponíveis para os outros carros da Volkswagen. Pela potência do 1.0 TSI, cria um espaço para que o 1.6 MSI (120 cv e 16,8 kgfm) seja utilizado na versão intermediária.

 

Novo VW Polo plataforma

 

A plataforma foi alterada para atender ao mercado nacional. A suspensão foi elevada em 20 mm em relação à Europa, com eixo de torção na traseira. Segundo a VW, ela garante mais conforto por causa do solo brasileiro, que é mais acidentado. Para que o estepe caiba na traseira, o Polo nacional teve de perder espaço no porta-malas (na Europa ele vem com kit de reparos), que será de aproximadamente 300 litros.

 

 

Todos os carros montados sobre essa base terão direção elétrica com assistência variável. Ela utiliza alguns sistemas mais avançados, como controle de tração integrado aos freios ABS (assim como no up! renovado) e limpeza automática dos freios quando o limpador do para-brisa está ligado (as pastilhas encostam no disco).

 

Novo VW Polo plataforma

 

Alguns itens variam pela motorização. Quando equipado com o TSI, o Polo receberá controle eletrônico de estabilidade (ESC) de série, assim como freio a disco nas 4 rodas. O ESC será opcional para os carros com motor aspirado, que mantêm os freios a tambor na traseira. O sensor de pressão dos pneus também será oferecido à parte.

Com informações de Daniel Messeder

Fotos: Daniel Messeder

 

Seja parte de algo grande