SUV recebe o mesmo conversor de torque da picape S10

Como feito na picape S10, o SUV Trailblazer recebeu uma nova tecnologia no conversor de torque do câmbio automático. Como parte das mudanças da linha 2018, o dispositivo batizado de CPA (Centrifugal Pendulum Absorber) tem a função, como um pêndulo, de absorver as vibrações do motor 2.8 turbodiesel antes que cheguem ao chassis, carroceria e ocupantes. 

Leia também:

O resultado, como na S10, é maior conforto. Com uma nova programação do casamento entre motor e câmbio, ele também ficou mais rápido e econômico. Segundo o Inmetro, o Trailblazer faz 8,4 km/l na cidade e 10,5 km/l na estrada, contra os anteriores 7,8 km/ l e 9,1 km/l, respectivamente. Colabora também o novo sistema de gerenciamento de cargas, que desacopla o alternador do motor quando a bateria está carregada e o religa automaticamente quando necessário. Isso poupa esforço e combustível.

A aceleração de 0 a 100 km/h passou dos 10,6 segundos para 10,4 s, segundo a Chevrolet. Os números de potência e torque se mantêm os mesmos: 200 cv e 51 kgfm, com câmbio automático de 6 marchas e tração 4x4 com reduzida.

 

Chevrolet S10 Turbodiesel 2018

 

Vendido em versão única, LTZ, o Trailblazer 2.8 turbodiesel custa R$ 205.990, já equipado com ar-condicionado automático com saída para as duas fileiras traseiras, alerta de mudança de faixas, aviso de colisão, central multimídia MyLink 2 com espelhamento de smartphones via Apple CarPlay e Android Auto e 7 lugares com bancos em material sintético que imita couro. 

Como anda?

Em uma volta rápida pela pista de testes da Chevrolet, o Campo de Provas de Cruz Alta, o Trailblazer 2.8 mostrou, assim como a S10, uma melhora significativa nos níveis de vibrações, ficando muito próximo do encontrado na versão V6 a gasolina, de 277 cv. Isso se reflete em maior conforto e melhores respostas do acelerador com a nova programação do motor e câmbio. 

 

Chevrolet Trailblazer 2018

 

Visualmente, as únicas mudanças são o nome localizado nas portas dianteiras e nova organização das identificações na tampa traseira, como está sendo feito em toda a linha Chevrolet 2018. 

Fotos: Leo Fortunatti e divulgação

Seja parte de algo grande