Marca chinesa aguarda fim do “Super IPI” e prepara 6 lançamentos para o Brasil

A JAC Motors passou por diversos problemas nos últimos anos, como a desistência da matriz sobre a fábrica em Camaçari (BA) e o aumento no IPI. Porém, a empresa mostra que ainda quer investir no Brasil e já confirma a chegada de mais 4 modelos em 2018. Teremos o T40 com câmbio automático, uma picape média a diesel, a T6, um SUV do porte de Hyundai Santa Fe e o J2 com roupagem de aventureiro. E tem mais: nos próximos anos, virão os sucessores do T5 e do T6, rebatizados como T50 e T60.

Leia também:

A JAC irá abrir o ano com o T40 CVT. “Estamos limitados a 4.800 unidades por ano. Acima disso, temos que pagar os 30% a mais de IPI”, explica Sergio Habib, presidente da marca no Brasil. “Se lançarmos o carro automático agora, iremos passar desse limite. Escolhemos trabalhar com o manual por enquanto e, assim que o IPI cair, introduziremos o T40 CVT.”

 

 

Pouco depois, será a vez da primeira picape média da JAC a ser vendida no Brasil. Ainda sem nome, ela é conhecida na China como T6 Pickup – mas Habib já adianta que irá rebatizar a caminhonete. Ela virá apenas com carroceria de cabine dupla, equipado com motor diesel, tração 4x4 e câmbio manual de 6 marchas. Opção automática? “Estamos estudando essa possibilidade”, diz o executivo. E promete que terá um preço muito competitivo, além de mudar o design da frente.

A grande novidade da marca será um carro de imagem, para um segmento de mercado em que a JAC nunca atuou. Será a vez do T70, versão nacional do crossover Refine S7, apresentado na China em novembro do ano passado e que fez um tremendo sucesso no Salão de Xangai.

Ele tem o mesmo porte do Hyundai Santa Fe, com 4,79 m de comprimento e entre-eixos de 2,75 m. Por lá, é oferecido com o motor 1.5 turbo de 174 cv e 25,6 kgfm de torque, ou com o 2.0 turbo de 190 cv e 30,6 kgfm. Estes motores trabalham com câmbio manual ou automatizado de dupla embreagem, ambos de 6 marchas.

 

 

O último lançamento do ano (e que corre risco de ficar para 2019) é o pequeno T2, uma variante do J2 com cara de aventureiro. Foi lançado na China com o nome de S2 Mini e aposta em elementos de design que o assemelham a um SUV, inclusive com estepe pendurado na tampa do porta-malas. Ainda é o J2 por baixo da carroceria, com o motor 1.3 que já equipa o subcompacto, porém menos potente, com 100 cv e 12,8 kgfm, combinado ao câmbio manual de 5 marchas.

Ainda sem data, a JAC prepara outras novidades. Veremos o sucessor do T5, adotando o novo design já apresentado na China, aproveitando para rebatizar o crossover como T50. Por fim, a nova geração do T6 passará pelo mesmo tratamento, renomeada para T60.

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande