Nova geração começa a ser especulada no país asiático, e isso é uma boa notícia para nós

Apresentada na Europa no fim do ano passado como um dos principais exemplos desta nova fase de design e tecnologia da Nissan, a nova geração do March pode se torna global com a ajuda de simplificações e ganhos em economia de escala. Conforme relata o site Autocar Índia, o compacto está sendo fortemente cotado para aquele país e deve aportar por lá em meados de 2019, com visual idêntico ao europeu, mas alterações relevantes na estrutura e mecânica. A notícia aproxima o modelo do Brasil e pode tornar viável sua produção em Resende, no Rio de Janeiro, ao lado do Kicks.

Leia também:

Nissan Micra (March)

 

De acordo com a publicação, a operação só será possível por conta da troca de plataforma e do esforço para nacionalizar a maior quantidade possível de componentes. A ideia é substituir a plataforma V (em versão modificada e inicialmente pensada apenas para a Europa) por uma base mais barata e fácil de produzir. As apostas recaem sobre a arquitetura modular CMF A+, a mesma usada no Renault Kwid, que seria usada também pela próxima geração do Versa (chamado de Sunny por lá) e ajudaria nos ganhos em economia de escala.

 

Nissan Micra (March)

 

A notícia é positiva para os consumidores brasileiros e vai exatamente ao encontro das declarações que recebemos de Jose Luis Valls, chairman da Nissan para América Latina, durante o Salão de Buenos Aires. Na época, o executivo manifestou o desejo de fabricar o March em Resende, mas apontou a questão dos custos como principal empecilho. Se a aposta dos indianos estiver correta, parece que a solução para esse entrave finalmente foi encontrada. E o novo March fica definitivamente mais próximo do Brasil. 

Fonte: Autocar Índia
Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande