Kwid é destaque no Salão da Indonésia em protótipo com pegada esportiva

O Renault Kwid continua fazendo sucesso na Ásia e a marca francesa aproveita o modelo como pode. Como ao apresentar no Salão da Indonésia o Kwid Extreme, um conceito que serve de estudo de várias opções de personalização do compacto, incluindo uma asa traseira e rodas maiores, inspirado em carros esportivos.

Leia também:

Extremo é a palavra certa para o Kwid Extreme. A carroceria ficou mais parruda, com a extensões sobre as caixas de roda, para-choques maiores e saias laterais. Foi pintado em um esquema de cores combinando branco com detalhes em preto fosco e vermelho claro. O para-choque dianteiro tem uma enorme grade na frente e entradas falsas nas laterais. Os faróis têm contornos em LED (que ficariam bem legais no Kwid de produção). As luzes de neblina têm o formato de três quadrados, imitando uma bandeira quadriculada – design que a Renault vai utilizar no novo Mégane RS.

A traseira segue o mesmo estilo. Tem saídas de ar falsas nas laterais do para-choque, um grande difusor de ar e até uma asa sobre a tampa do porta-malas (que já tem um spoiler). Em compensação, o interior não mudou nada. Não ganhou nem bancos com apelo mais esportivo ou algo a mais que o alinhasse com essa pegada de carro de corrida, como foi feito no Kwid Racer.

 

Renault Kwid Extreme

 

Não falaram da mecânica, que deve continuar a mesma. Na Ásia, o Kwid usa o motor 1.0 SCe de 68 cv e 9,3 kgfm de torque, combinado ao câmbio manual de 5 marchas, menos potente que a versão nacional, que conta com 70 cv e 9,8 kgfm.

Por aqui, a Renault já promete uma variante do Kwid, o aventureiro Outsider, para 2018. Inspirado no Sandero Stepway, ele terá de apliques de plástico nas laterais e sobre as caixas de roda (item que ficou de fora do modelo já lançado), assim como foi antecipado pelo Outsider Concept, mostrado no Salão do Automóvel, em novembro passado.

Fotos: Indian Autos Blog

Seja parte de algo grande