Curiosamente ainda como linha 2017, sedã do Fiesta volta a ser importado do México e parte de R$ 66.490

A Ford prepara terreno para o New Fiesta reestilizado com a volta de sua versão sedã, o New Fiesta Sedan, importado do México e com novidades. Sua importação foi interrompida temporariamente em janeiro deste ano. Para tornar-se mais competitivo, adota a central multimídia Sync 3, com tela sensível ao toque de 6,5 polegadas. Parte de R$ 66.490, com três configurações, todas equipadas com o mesmo motor 1.6.

A grande novidade é a oferta do carro com o sistema multimídia Sync 3, com a tela sensível ao toque de 6,5” e compatível com Android Auto e Apple CarPlay. É a mesma central utilizada no Focus e no EcoSport reestilizado. Porém, está disponível somente a partir da versão intermediária Titanium, deixando o modelo básico SEL com a velha tela Sync.

Leia também:

Curiosamente chega como linha 2017, e sua versão de entrada, Fiesta Sedan SEL 1.6 com câmbio manual de 5 marchas, parte de R$ 66.490. De série traz ar-condicionado digital, assistente de partida em rampas e controle de estabilidade e tração. Equipado com a transmissão automatizada Powershift de seis marchas, o preço vai para R$ 72.290.

 

Ford New Fiesta Sedan 2017

 

A opção intermediária Titanium custa R$ 78.690 e adiciona bancos revestidos em couro, sete airbags (frontais, laterais, de cortina e um de joelho para o motorista), câmera de ré, sensor crepuscular, chave presencial e partida por botão, luz ambiente, rodas de liga leve de 16” e a central multimídia Sync 3. No topo da linha está o Titanium Plus, que ganha teto solar elétrico, por R$ 80.890. Ambas são oferecidas somente com a transmissão Powershift.

Futuro do Fiesta

A Ford do Brasil seguirá um caminho diferente para o Fiesta. Na Europa, o hatch já mudou de geração. Porém, como é mais cara, sua vinda para cá foi descartada. O modelo nacional receberá um facelift ainda em 2017, mas terá modificações mais substanciais na parte interna – principalmente com a adoção da central Sync 3. Manterá os motores e câmbios atuais por um tempo, até que a fábrica em Camaçari (BA) inicie a produção do 1.5 Dragon de 137 cv, que estreou no EcoSport.

 

 

 

Do outro lado do mundo, a Índia já mostra que a Ford abandonará a estratégia One Ford de ter apenas carros globais. Já começaram o desenvolvimento de um novo Fiesta para países emergentes, previsto para 2019. Será neste momento que receberá transmissão automática no lugar da Powershift e o motor 1.5 3-cilindros. Como usará uma versão atualizada da plataforma atual do Fiesta, tudo indica que este será o modelo que teremos por aqui também.

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande

Ford New Fiesta Sedan 2017