Além disso, toda as versões possuem sensor de estacionamento e câmera de ré de série

Observando a briga de Chevrolet S10 e Toyota Hilux na linha de cima do segmento, a Ford lança a linha 2018 da sua picape média, a Ranger, com novidades nos pacotes de equipamentos, nova versão turbodiesel mais barata e uma série especial com detalhes esportivos. Para toda a linha Ranger, a novidade é a presença de sensor de estacionamento e câmera de ré como item de série, que se juntam ao já presentes controles de tração e estabilidade, 7 airbags, assistente de partida em rampas, direção elétrica, ar-condicionado e piloto automático, entre outros. 

Leia também:

No catálogo das versões turbodiesel, agora existe a versão XLS 2.2 4x2 manual. Atuando como porta de entrada, custa R$ 136.850 e tem como alvo, segundo a Ford, as picapes menores tanto com motor diesel quanto flex (leia-se Fiat Toro). O motor Duratorq tem 160 cv, 39,2 kgfm de torque e está ligado ao câmbio manual de 6 marchas nesta nova versão.

A edição Sportrac usa o mesmo motor, mas com câmbio automático de 6 marchas e tração 4x4. Feita sobre a versão XLS, se diferencia por detalhes como aplique no para-choque dianteiro, adesivo lateral na caçamba e portas traseiras e santantônio e estribos laterais na cor "cinza London", mesmo tom aplicado nas rodas de 17". Por dentro, encostos de cabeça bordados e soleiras em vinil. Custa R$ 162.990.

 

 

Com as novas versões, a tabela da Ranger fica assim:

VERSÃO PREÇO
Ford Ranger XLS 2.5 Flex manual R$ 106.990
Ford Ranger XLT 2.5 Flex manual R$ 118.420
Ford Ranger Limited 2.5 Flex manual R$ 126.490
Ford Ranger XLS 2.2 turbodiesel 4x2 manual R$ 136.850
Ford Ranger XLS 2.2 turbodiesel 4x4 manual R$ 148.850
Ford Ranger XLS 2.2 turbodiesel 4x4 automática R$ 156.700
Ford Ranger Sportrac 2.2 turbodiesel 4x4 automática R$ 162.990
Ford Ranger XLT 3.2 turbodiesel 4x4 automática  R$ 174.990
Ford Ranger Limites 3.2 turbodiesel 4x4 automática R$ 188.890

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande