Próxima geralçao do modelo de entrada da BMW foi pego em testes ao ar livre

Daqui há um ano, a Mercedes terá dois sedãs compactos (CLA e Classe A Sedan) a venda na Europa, mas a BMW ainda não está convencida a lançar o Série 1 Sedan no Velho Continente ainda. Isso pode ter algo com a mudança de geração que o menor modelo da marca passará, inclusive já flagrado em ação neste flagra, com a carroceria hatchback com 5 portas. 

Leia também:

Com o carro ainda bastante coberto por camuflagem, é difícil dizer como o design mudará na próxima geração, mas as linhas gerais parecem mais elegantes, e gostamos disso. Em mente que o protótipo tem a carroceria de produção, manterá muito do que está abaixo da camuflagem. As lanternas são provisórias e serão trocadas em uma fase mais avançada dos testes. 

Considerando que o atual Série 1 não ganhará nenhum concurso de design, podemos desejar que seu substituto terá grandes mudanças. A BMW fez algumas alterações no modelo atual e ficou melhor com esta reestilização de meia vida, mas ainda precisa passar por algumas plásticas para parecer com os modelos maiores da marca bávara. 

As mudanças não serão apenas por dentro e por fora, mas todo o resto será bastante modificado. Ao partir para a plataforma UKL, a mesma do X1 e Série 2 minivan, significa que o Série 1 terá tração dianteira. Voltando a ele, o Série 1 Sedan vendido na China tem esta configuração e indica que o modelo pode ser vendido nos Estados Unidos (e Brasil) no começo de 2019. 

Apenas a versão mais simples terá a tração dianteira, já que as mais caras e com motores mais potentes terão a tração xDrive, integral. Isso significa que ainda não sabemos que o modelo americano será uma versão melhorada do chinês ou se será baseado na versão européia. 

O hatch será visto pela primeira vez ou em março de 2018, no Salão de Genebra, ou mais tarde, no Salão de Paris, marcado para o começo de outubro. 

Video: Automedia

Seja parte de algo grande

Flagra - Novo BMW Série 1