Sedã de luxo recebe motor V8 mais econômico e leves mudanças visuais

Reestilizado, o Mercedes-Benz Classe S é lançado no Brasil com preços entre R$ 769.900, cobrados pela versão S 560 L, até R$ 1.166.900 pela configuração S 65 L AMG. Já disponível nas concessionárias, o sedã recebeu pequenas alterações no design, com adição da nova grade frontal e dos faróis em LED com tecnologia Multibeam. O motor V8 foi atualizado para gerar 469 cv e reduzir o consumo de combustível em 10%.

2018 Mercedes-Benz S-Class

Sedã topo de linha da Mercedes-Benz, o Classe S será oferecido por aqui em três configurações, todas com chassi alongado. A antiga versão S 500 foi substituída pela S 560 L, por R$ 769.900. Traz motor 4.0 V8 biturbo de 469 cv e 71,3 kgfm. É 10% mais econômico do que o 4.7 V8 do modelo anterior e conta com desativação de cilindro, podendo desligar metade deles para reduzir o consumo de combustível. Trabalha com a transmissão automática 9G-TRONIC de 9 marchas.

Leia também:

A versão intermediária, se é que podemos chamar assim, é a S 63 L 4MATIC. Já conta com preparação da Mercedes-AMG, subindo o rendimento do 4.0 V8 para 612 cv. É capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos. Será comercializado por R$ 974.900. No alto da gama está o S 65 L AMG, que custa R$ 1.166.900. Troca a motorização pelo 6.0 V12 que gera 630 cv. Porém, como é mais pesado, leva 4,3 segundos para chegar a 100 km/h.

Na atualização de meio de vida, o sedã trocou a grade do radiador, agora com três hastes horizontais duplas cromadas e barras verticais com acabamento preto brilhante. Os faróis receberam a tecnologia Multibeam LED, que iluminam em uma distância maior e são equipados com sistema adaptativo, capaz de detectar tráfego contrário e desativar algumas das lâmpadas, para evitar ofuscamento. Na traseira, as lanternas em LED têm nova aparência, além de três linhas de fibra ótica.

2018 Mercedes-Benz S-Class Sedan
 

Do lado de dentro, o Classe S está ainda mais luxuoso. Ganhou duas telas de 12,3 polegadas, uma para o painel de instrumentos e outra para a central multimídia. O volante tem controles sensíveis ao toque para controle destes displays. É equipado com controle de cruzeiro adaptativo que usa sensores e câmeras para acompanhar o trânsito e ficar dentro da faixa de rodagem, realizando pequenas curvas sozinho. Mas, como é semi-autônomo, pede que o motorista mantenha as mãos no volante.

Fotos: Mercedes-Benz

Seja parte de algo grande

Mercedes-Benz Classe S 2018 reestilizado